Vanessa Pimentel estreia monólogo híbrido inspirado em Clarice Lispector
dez09

Vanessa Pimentel estreia monólogo híbrido inspirado em Clarice Lispector

Nesta sexta (10), ÀS 20h (Horário de Manaus), a atriz, arte-educadora e jornalista, Vanessa Pimentel, lança no Youtube: ‘Lua Vermelha: Clarice- O Caminho de Dentro’, seu primeiro monólogo híbrido, que une teatro, cinema e literatura, e é totalmente dedicado ao universo feminino e ao centenário da escritora Clarice Lispector. Para assistir a estreia, acesse aqui o link do canal do projeto no Youtube: https://bit.ly/youtubeluavermelha Sobre o Roteiro Por ser uma obra existencialista, de muita profundidade, no roteiro, Vanessa optou por entrecortar seus textos com recortes de obras célebres da escritora Clarice Lispector como ‘Água Viva’ e ‘Perto do Coração Selvagem’, em uma proposta narrativa que faz emergir muitos psiquismos, memórias, emoções e sentimentos, que, por vezes, permitem que história de uma Clarice (a da personagem) se misture com a da outra (a da escritora) e o espectador, em meio a isso, nem sempre saiba, ao certo, distinguir quem fala. Vanessa Pimentel “Como sou artista, me permiti brincar bastante com a possibilidade de unir ficção e realidade, ao longo do processo criativo de produção do roteiro e da construção de uma personagem intrigante, misteriosa, que possui uma alma vermelha, intensa, selvagem, que ao poucos vai sendo transformada em uma espécie de divindade, que é capaz de ressurgir…” Revela Vanessa. O roteiro está dividido em oito atos : I. Cinzas da Primavera II. As faces de Eva III. Obscuro Objeto do Desejo IV. Insustentável Leveza V. Retratos e Memórias VI. Uma pálida sombra VII. Doce Vertigem VIII. O ópio da terra. Sobre a personagem “Minha personagem (Clarice) representa um arquétipo feminino com suas diversas nuances, que lembra as fases da lua. A Deusa interior que habita em nós mulheres que geramos a vida, caos, e criamos todas as coisas existentes e viventes no mundo exterior. Essa voz guia, uterina, fluida que nos liberta, como em um rito de passagem, para além da vida. Levando -nos a revelar nossa verdadeira essência, através da jornada sagrada pelos quatro elementos: terra, água, fogo e ar.” Afirma a atriz. Referências e Inspirações “Eu posso dizer que boa parte das minhas referências têm muito haver com a minha paixão pelo cine-arte, pela fotografia e outras estéticas. Desde sempre, o meu objetivo sempre foi construir uma obra artística que fosse antes de tudo, poética e imagética, e que eu pudesse imprimir, ao máximo, as minhas vivências pessoais com o Xamanismo, e também acadêmicas e profissionais, como a pesquisa de Cias como o grupo Vertigem (São Paulo) que dialoga diretamente com o espaço, isto é, com a geografia da cena, principalmente, quando nos remetemos à natureza e aos monumentos históricos em que a personagem está inserida, e também...

Leia Mais
Ygor Saunier lança ‘Amazon Drumming’ dia 16 de dezembro
dez09

Ygor Saunier lança ‘Amazon Drumming’ dia 16 de dezembro

Pela primeira vez, os ritmos musicais da Amazônia estarão reunidos em um método de ensino para a bateria. Após o sucesso de “Tambores da Amazônia: Ritmos musicais do Norte do Brasil” (Edições BASA, 2015) seu primeiro livro, o músico e pesquisador amazonense Ygor Saunier anuncia o lançamento de “Amazon Drumming” no dia 16 de Dezembro, às 21h00, Horário de Brasília, com transmissão ao vivo pelo seu canal no Youtube. www.youtube.com/watch?v=4nQd0av4hOM A ideia de fazer um livro tão segmentado existe desde quando Saunier iniciou suas pesquisas com os ritmos musicais da Amazônia há pouco mais de uma década, em um programa de iniciação científica do CNPq durante sua graduação em Licenciatura em Música na Universidade Federal do Amazonas (UFAM). No entanto, a escassez de títulos que abordassem a rítmica das manifestações musicais amazônicas, o levou a produzir o seu primeiro livro “Tambores da Amazônia”, que traz uma abordagem interdisciplinar e acessível a não músicos, pois além de falar sobre a rítmica e os instrumentos de percussão de oito manifestações musicais amazônicas, também contempla questões antropológicas e historiográficas. “Amazon Drumming” é uma obra voltada, especialmente para bateristas, e foi desenvolvido em colaboração com o também baterista, compositor e educador Maurício Zottarelli, natural do estado de São Paulo e radicado em Nova York. Zottarelli é formado na Berklee College of Music de Boston e é também um artista com indicações ao Grammy Awards, sendo considerado um baterista “excelente”, “dinâmico” e “extraordinário” por muitas publicações musicais de prestígio em todo o mundo, como as revistas JazzTimes e Downbeat. O livro será disponibilizado gratuitamente em formato e-book a partir de 16 de dezembro no site da Biblioteca Virtual do Estado do Amazonas. Com um total de 114 páginas, traz um capítulo de abertura direcionando para estudos técnicos e outros dez capítulos, cada um correspondente a um ritmo musical: Carimbó, Boi-bumbá de Parintins, Marambiré, Beiradão do Amazonas, Ciranda de Manacapuru, Gambá de Maués, Marabaixo, Marujada de Bragança, Zouk e Batuque do Curiaú. Por se tratar também de um projeto bilíngue, o lançamento da versão em língua inglesa é previsto para o final de julho de 2022.  A obra é dedicada a Waldo Mafra, o Mestre Barrô, do Gambá de Maués – mestre de cultura popular, pesquisador e museólogo – que era de tio Ygor e faleceu em agosto deste ano (2021)  acometido por um câncer. A cantora amazonense e pesquisadora em Ecomusicologia, Karine Aguiar é quem assina a organização e edição da obra. A identidade visual e a diagramação do projeto são de Adyel Vieira. O projeto é financiado integralmente com recursos da Lei Aldir Blanc, através do Prêmio Feliciano Lana promovido pela Secretaria de...

Leia Mais
Hoje tem a live de Lançamento do game “The Roots VR”
abr23

Hoje tem a live de Lançamento do game “The Roots VR”

Nesta sexta (23), às 20h ocorre a live de lançamento do projeto ‘The Roots VR’: Os sons da floresta em realidade virtual, um game musical e educativo, idealizado pelo músico e produtor, César Lima, contemplado no edital Prêmio Feliciano Lana, através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa Amazonas (SEC- AM) via Lei Aldir Blanc, que tem por objetivo compartilhar com o público, conhecimentos gerais sobre a origem e confecção de instrumentos Amazônicos e também proporcionar uma imersão virtual única através dos mais belos cenários e sonoridades que caracterizam as festas, tradições e manifestações culturais da Região Norte do Brasil. Link para acompanhar à live de lançamento : http://bit.ly/youtubetherootsvr Segundo o coordenador do projeto, César Lima, o download doThe Roots VR será totalmente gratuito e estará disponível a partir do dia 23 de abril, através do site: http://www.therootsvr.com.br ou através das lojas oficiais de em dispositivos que utilizem o sistema operacional Android. INSPIRAÇÃO “O primeiro insight do The Roots veio em 2018 através de um convite para produzir uma pesquisa,num período intenso de seis meses, sobre instrumentos musicais Amazônicos. Após a pesquisa entendi a necessidade de trazer para mais próximo do público essas informações sobre nossos instrumentos, pois eu mesmo graduado em Música nunca tinha visto uma variedade de instrumentos tão importantes, ricos e relevantes em seus significados culturais ” Declara, César. Confira abaixo, os instrumentos que compõem o The Roots: 1- GAMBÁ DE MAUÉS Instrumento de percussão feito do tronco da árvore da Cupiúba e pele de caça que é tradicionalmente usado pelos ribeirinhos e em festas dos santos em Maués. Assista aqui ao vídeo: http://bit.ly/gambademaues 2- TAMBOR DE CUIAInstrumento de percussão feito de cuia e tampo de Marupá. Esse instrumento faz parte dos Bios-instrumentos criados pelo poeta e artesão Celdo Braga. 3- MAWAKO FËMEAInstrumento melódico da etnia Desana/Tukano. Usado em festas e rituais ligados a produtividade e farturas na comunidade.Assista aqui vídeo: http://bit.ly/mawakofemea 4- CARRIÇOInstrumento melódico da etnia Desana /Tukano. Usado em festas e rituais ligados a boas novas e festas da alegria. 5- NHAMBE – INAJÁ Instrumento percussivo usado como elemento complementar de textura e rítmica por músicos-percussionistas ou como tornozeleira em rituais indígenas. Assista aqui o vídeo: http://bit.ly/nhambeinaja 6- CHUÁ – CHUÁ Instrumento de percussão feito com material reciclado e sementes nativas. Esse instrumento reproduz os sons do oceano e faz parte dos Bios-instrumentos criados pelo percussionista e artesão João Paulo. 7- CUATRO VENEZUELANO Instrumento harmônico feito com tampo de marupá, fundo de cuia e cordas de nylon. Instrumento andino com novas adaptações feitas pelo poeta e artesão Celdo Braga. 8- CHARANGO Instrumento harmônico tradicionalmente feito com pinho, cedro, naranjillo e cordas duplas de aço....

Leia Mais
Encontro de Hip Hop do Norte
fev17

Encontro de Hip Hop do Norte

Nos dias 29 de fevereiro e 01 de março, das 10h00 às 20h00, o Centro Cultural Povos da Amazônia recebe o primeiro Encontro de Hip Hop no Norte (EH2N).O projeto foi contemplado no Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2018 e conta com o apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (MANAUSCULT) e Secretaria de estado de Cultura e Economia Criativa. O Acesso ao evento é gratuito! Segundo Fábio Moura, idealizador e diretor geral do evento, “o EH2N tem como principal objetivo proporcionar atividades formativas diferenciadas em um nível nacional, para que no futuro, a cidade de Manaus seja inserida na rota dos principais eventos de cultura urbana, não apenas da região Norte, mas do Brasil como é o caso dos convidados Raquel Cabaneco (MG), BBOY Yude (DF) e Diego Josh (SP).”” No total, serão 30 horas de programação ocupando diferentes ambientes do Povos da Amazônia com Workshops de Dança, Grafite e Lambe-Lambe, Batalhas de Dança, Rodas de Conversas e Shows musicais, tudo dentro do universo da cultura Hip Hop, sendo elas mediadas por artistas locais e nacionais.  O projeto tem como a base de ação, nove workshops de Dança, com as suas mais diferentes vertentes e desdobramentos das danças urbanas, como as Batalhas de Breakdance e Hip Hop Dance. Também faz parte da programação: Oficina de Grafite com a Artista Deborah Erê.Oficina de Lambe-Lambe com Soraya Nurieh (Snurieh), Rodas de Conversa sobre a presença da Mulher no Hip Hop e também sobre o universo LGBT, Feira Criativa, Stands de gastronomia e shows musicais etc. No primeiro dia, sábado, dia 29/02, no palco Encontro das Águas acontecerá o show musical das cantoras Lary Go e Strela e grafite ao vivo com a artista Deborah Erê. E no segundo dia, domingo, dia 01/03,  encerrando a programação geral do EH2N- Primeira Edição, haverá o show do rapper Ian Lecter que acabou de lançar o álbum “Cor da Alma” e o videoclipe “Tipo Madruga” em parceria com a cantora e compositora Karen Francis. O evento é gratuito, e para participar das atividades é necessário apenas chegar no local com antecedência mínima de 1h para realizar o credenciamento e fazer a retirada da pulseira individual de acesso (passaporte). O credenciamento, nos dois dias, iniciará, pontualmente, às 09h00 da manhã e deve prosseguir até o período tarde. Confira na lista abaixo todos os convidados da edição e a programação detalhada: PROGRAMAÇÃO – 29/02 (Dia 1) PALCO ENCONTRO DAS ÁGUAS: 10H – Victor Venâncio 11H30 – Raquel Cabaneco (MG) 14H – Fernando C. Branco 15H30 – Diego Josh (SP) 17H – Filtro Breakdance 17H45 – Filtro Hip Hop Dance 18H30 – 8ª de Finais...

Leia Mais
Evelyn Félix é destaque no musical “A Caixa Mágica do Natal”
dez21

Evelyn Félix é destaque no musical “A Caixa Mágica do Natal”

A jovem e promissora atriz, cantora e bailarina Amazonense, Evelyn Félix, é destaque no musical “A caixa mágica do Natal” que será apresentado neste fim de semana, respectivamente esta sexta, sábado e domingo, no Teatro Amazonas. O espetáculo é uma realização da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, com acesso GRATUITO, classificação livre e recursos de acessibilidade com audiodescrição e intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras). A atriz estava cumprindo agenda em São Paulo, cidade em que está radicada há dois anos, quando soube da audição para participar do musical “A Caixa Mágica do Natal” em Manaus, e por se identificar com a proposta artística do espetáculo, ela decidiu fazer as malas e investir para participar da seleção, conquistando uma vaga ao fim onde desde então, ela destaca que há dois meses, tudo o que envolve o espetáculo como ensaios, trocas e convívio entre o elenco e equipe em geral musical está sendo muito leve e prazeroso. “A Caixa Mágica do Natal” conta a história de uma criança que perdeu a mãe há alguns anos e ficou morando apenas com a avó. Ao ficar órfã, a criança também perdeu a paixão pelo Natal que sua mãe alimentava. Até o dia em que encontrou uma caixa de presente com uma carta escrita dias antes de sua mãe partir. Ao abrir a caixa, ela entra em um universo de magia natalina .Com direção cênica de Matheus Sabbá e texto de Thaís Vasconcelos, o espetáculo conta com a Amazonas Filarmônica,Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica, Coral do Amazonas, Corpo de Dança do Amazonas,Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas, Balé Folclórico do Amazonas e Coral Infantil do Liceu Cláudio Santoro. A direção musical é do maestro Marcelo de Jesus. No musical, “A Caixa Mágica do Natal” Evelyn interpreta a personagem Mãe/Anjo: “Eu faço a mãe da Malu, mãe-anjo no caso, a minha personagem já morreu há um tempo atrás, e eu apareço em um momento no qual a Malu não acredita mais no amor, não acredita mais na magia do natal. No início, foi muito complicado pra eu construir a personagem, porque eu tenho 20 anos e não sei como é a experiência de ser uma mãe, então eu tive que assistir muita coisa, buscar muita coisa pra gerar esse amor de mãe, que é um amor muito puro, muito diferente que você só sabe quando se é mãe, mas com muita dedicação e entrega, ao longo do processo eu fiquei feliz de conseguir construir uma ligação muito forte com a Malu, com a atriz Lu, e foi uma experiência muito boa porque eu não sabia que...

Leia Mais