Picote Produções lança App sobre o patrimônio de Presidente Figueiredo
dez16

Picote Produções lança App sobre o patrimônio de Presidente Figueiredo

O Curumim na Rede é um aplicativo sobre a história do Amazonas destinado aos professores e alunos da rede estadual, com temáticas voltadas às raízes arqueológicas de Presidente Figueiredo, seu patrimônio material, imaterial e natural do município. De acordo com a arqueóloga e Pesquisadora do App, Isabelly Maria, o aplicativo contribui para a disseminação do conhecimento arqueológico de Presidente Figueiredo-AM, “Temos o intuito de despertar a atenção de alunos, professores e nativos a importância da preservação do próprio patrimônio que representa a história, a identidade cultural e até turística da região”, acrescenta. O aplicativo foi idealizado e produzido pela Picote Produções. E já está disponível para download, apenas na plataforma Android, gratuito no Google play. Clique aqui para baixar. O produtor Lucas Carvalho explica que a iniciativa tem a intenção de elencar as belezas naturais e culturais da região. “O Curumim na Rede foi elaborado para ser uma vitrine virtual e cultural do município”, explica. Este projeto foi contemplado pelo edital Cultura Criativa/Lei Aldir Blanc – Prêmio encontro das Artes, 2020. Ficha técnica Design: André Vellas Desenvolvedor: Bruno Hebert Pesquisa: Vanessa Cidrônio Isabelly Maria Suzanne Fernandes Produção:Lucas Carvalho André Cunha Realização:Picote...

Leia Mais
Produção de Mawé seleciona atriz para o papel de protagonista
dez16

Produção de Mawé seleciona atriz para o papel de protagonista

A produção do filme Mawé com direção de Jimmy Christian está selecionando atrizes de 20 a 30 anos para o papel de protagonista do longa-metragem. O teste para o elenco será na próxima terça-feira (28), das 15h às 19h na sede do Sintel que fica na rua Alexandre Amorim, 382, bairro Aparecida. Para Jimmy Christian, diretor do filme, “Mawé” é uma narrativa urbana baseada na atualidade com forte presença indígena na trama. “Este é um longa-metragem denso, que tem a Amazônia como pano de fundo mas aborda assuntos como tráfico de pessoas, violência sexual entre outras temáticas sensíveis do cotidiano”, explica. De acordo com Jimmy, a personagem precisa estar disponível no período de janeiro e fevereiro de 2022. “Queremos encontar a atriz ideal para a personagem ‘Luciana’ uma jovem de classe alta, destemida, ousada, que não abre mão da sua liberdade mas que vai passar por uns perrengues durante a trama”, adianta. As mulheres interessadas poderão agendar uma apresentação presencial e um encaminhar breve currículo histórico com telefone para contato para o e-mail artecontemporaneapurafilms@gmail.com. No elenco, artista visual, tatuador e músico Afrânio Pires interpretando o personagem principal homônimo ao título do filme. A produção foi contemplada pelo Prêmio Feliciano Lana, edital da Lei Aldir Blanc em 2021 e é assinada pelas produtoras Arte Contemporânea Pura Filmes e Picote...

Leia Mais
Patrícia Noronha lança primeiro livro destinado ao público infantil
nov09

Patrícia Noronha lança primeiro livro destinado ao público infantil

A escritora amazonense Patrícia Noronha vai lançar seu novo livro “O Cãozinho, Maru o Gato e outras Poesias”, primeira obra com temática voltada para o público infantil. O lançamento será no próximo dia 13 de Novembro, das 9h às 12h, no Parque Municipal do Mindu, localizado na rua Domingos José Martins, S/N, bairro Parque Dez. De acordo com a autora, o livro contém dez poesias ilustradas de forma lúdica para encantar as crianças. “São poesias sobre temas simples e encantadores. Para apreciá-las só precisa ser criança de idade ou de coração. O cãozinho, o gato Maru, o beija-flor, o girassol, a deliciosa brincadeira de descobrir figuras nas nuvens e vários outros temas são apresentados de forma poética. Como há várias poesias sobre animais no livro achamos que seria muito bacana fazer um evento no Parque do Mindu que é uma área de conservação ambiental, para valorizar os animais silvestres e uma arrecadação aos pets resgatados que tem tanto amor para dar e sempre fazem a alegria de tantas famílias, especialmente nesse período de pandemia”, acrescenta. No livro, Patrícia Noronha recria um ambiente de diversão e acolhimento. “A vontade de escrever poesias para crianças nasceu quando eu atuava como voluntária no Instituto Ler para Crescer, em Manaus, desenvolvendo atividades de leitura com crianças a partir de quatro anos de idade”, explica. “A poesia ‘O menino’ foi inspirada em um garotinho de quatro anos que acordava sozinho todo domingo, ansioso para ir à aula”, lembra. Pré-lançamento No último sábado (06), a escritora promoveu um pré-lançamento do livro aos alunos do Centro Social Roger Cunha Rodrigues, localizado no bairro Novo Aleixo, Zona Leste de Manaus. Na ocasião foram distribuídos gratuitamente 40 exemplares do livro às crianças e adolescentes participantes do projeto.  “Participei como voluntária no ‘Roger Cunha’ por dois anos, fui inspirada pelas crianças e o pré-lançamento lá com eles não seria diferente”, acrescenta. Sobre o livro A obra é a terceira escrita por Patrícia e a primeira destinada ao público infantil, tendo um espaço ao final do livro para que a criança se sinta estimulada a escrever suas próprias poesias,  desenhos e pinturas. O livro foi editado pela Alva Editora, de Juiz de Fora-MG, revisão de Amanda Marques Fidelis. A montagem é de Alberto Pinto e edição geral de Valéria Magalhães. As ilustrações foram feitas pelo artista plástico Ivan Sitta, que em seu portfólio possui uma infinidade de produções artísticas, desenhos, exposições e ilustrações, como nas duas edições da “Redarte do Colégio Marcelina – A Literatura em Preto e Branco”, em São Paulo-SP. Sobre a autora Patrícia Noronha é natural de Benjamim Constant (AM), mãe do Matheus e do Lucas, funcionária...

Leia Mais
Pajelança Cabocla: documentário sobre medicina tradicional tem estreia em novembro
nov01

Pajelança Cabocla: documentário sobre medicina tradicional tem estreia em novembro

O documentário Pajelança Cabocla refere-se ao conjunto de saberes populares da Amazônia que são passados de geração em geração e abordará parte dessa Pajelança, agricultores locais das comunidades que utilizam da medicina tradicional como remédios alternativos.“Por motivos pandêmicos (COVID-19) não foi possível ouvir os anciãos da comunidade, mas, depoimentos de agricultores locais que utilizam de plantas amazônicas como remédios alternativos enriqueceram da mesma forma na construção cultural amazonense”, comenta a produtora Isabelly Maria. A ideia do curta-metragem veio do contato dos idealizadores do roteiro, Dr. Ronaldo Silva e Vanessa Cidrônio, com comunidades tradicionais durante pesquisas etnobotânicas, onde foi observado a forte ligação desses povos com as tradições indígenas/caboclas de cura e prevenção de doenças em contraponto com a Medicina Tradicional Chinesa. A produção é realizada pela estreante Picote Produções que trás um olhar lento e contemplativo, sob direção e fotografia de André Cunha, montagem e som Lucas Carvalho. O filme tem data de estreia no dia 05 de novembro sendo exibido de maneira remota pelo canal da produtora. Pajelança Cabocla é um projeto contemplado pelo edital Cultura Criativa / Lei Aldir Blanc – Prêmio Encontro das Artes,2020. Ficha Técnica Direção e Fotografia – André Cunha Montagem e som – Lucas Carvalho Produção – Isabelly Maria Pesquisa – Vanessa Cidrônio Roteiro – Dr Ronaldo Silva Arqueóloga – Suzanne...

Leia Mais
Picote Produções lança  revista Canoas na Zona Rural de Presidente Figueiredo-AM
out25

Picote Produções lança revista Canoas na Zona Rural de Presidente Figueiredo-AM

A primeira edição da Revista Canoas tem um teor educativo e cultural, voltado a comunidade Rio Canoas em Presidente Figueiredo (AM), para o público infantil trazendo um olhar simples e educativo, exaltando a rica história dessa terra amazônica. Produzida pela Picote Produções, o conteúdo da revista traz o piloto da historinha Maru: Uma Aventura no Urubui, escrito por André Cunha e ilustrado por Frank Kitzinger, onde um garoto chamado Maru junto a animais Dona Onça e Galo-da-Serra, personalidades ícones da cidade, revivem o passado desse lugar em uma viagem de canoa até a Comunidade Rio Canoas. A Revista Canoas também apresenta atividades lúdicas envolvendo o universo do gibi, como jogo dos erros, jogo da memória e mais. Chegando à comunidade Rio Canoas no último dia 20 de outubro para os alunos do ensino fundamental do 1º ao 4º ano da Escola Municipal Santa Terezinha, Km 139 Vila Do Canoas – Zona Rural, Presidente Figueiredo – Amazonas. As arqueólogas Isabelly Maria e Suzanne Fernandes são as idealizadoras do projeto. De acordo com Isabelly, o objetivo da Revista é sensibilizar a sociedade para questões de aspecto cultural e arqueológico por meio de uma narrativa lúdica. “Tivemos um cuidado especial com o roteiro da revista para que ela tivesse uma linguagem de fácil compreensão, pois o conteúdo foi feito para as crianças. A preservação da memória local de Presidente Figueiredo é importante demais para ser esquecida, e a Canoas resgata memórias antigas e pré-históricas para a realidade local e atual dessas crianças”, acrescenta. Sobre a Picote Produções Formada há três anos, a Picote Produções é uma produtora de comunicação com foco em produções em audiovisual, empreendedorismo e conteúdo digital. A empresa é composta por uma equipe peculiar e multidisciplinar de três pessoas: André Cunha (Jornalista), Isabelly Maria (Arqueóloga) e Lucas Carvalho (Eng. de Materiais). Revista Canoas – FICHA TÉCNICA Coordenação: Picote Produções Idealização: Isabelly Maria Vieira Gomes Produção Executiva: Lucas Carvalho Cruz Pesquisa: Vanessa Cidrônio de Paula Oliveira Arqueologia: Suzanne Lima Fernandes Design: André Vella Andrade Roteiro: André Cunha Ilustração: Frank Kitzinger Este projeto foi um dos contemplados pela Lei Aldir Blanc 2020 por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do...

Leia Mais