Quando o pássaro se entregou ao homem
set07

Quando o pássaro se entregou ao homem

Ele vivia em uma bela casa com sua esposa, cantava e ria como criança que recebeu o presente desejado. Sua amada vivia triste e estava ficando amarga dia a dia, uma cor cinza a acompanhava e lentamente foi infectando Júlio, que começou a rir menos e deixou de cantar. Os poucos vizinhos sentiram sua falta, eles foram abandonando a casa e seus pertences, seu jardim e sua horta invejada por tantos. O enorme salão que antes foi palco de festas memoráveis agora era povoado pela poeira que o tempo trouxe. Os quartos que antes eram ocupados por seus convidados foram lacrados e nunca mais habitados. A cozinha que era a vitrine de grandes mestres da culinária, agora restava apenas um amontoado de panelas e fogões desempregados. A casa foi perdendo sua luz como os seus donos. Alice faleceu após 7 meses da doença da tristeza, as causas não foram diagnosticadas pelos legistas, ou espíritas, ou ecumênicos de ocasião. Nosso protagonista começou a viajar muito, para tentar esquecer seu drama, como se a distância geográfica pudesse dissipar a sua dor, mas a geografia a ser vencida estava dentro de sua confusa cabeça. Havia um sonho que sempre o acompanhava durante a sua vida. Era o canto de um pássaro que sua amada gostava muito. Ele nunca dera importância a esse fato, mas agora lembrava de detalhes demonstrados durante o seu sono. Certa vez, quando as chuvas cessaram e o calor inundara a vida dos moradores das florestas, ele retornou a sua antiga casa, com muito peso e dor abriu a porta procurando forças para entrar e imaginando cenas alegres que viveu naquele lugar. Subiu a escada e parou na porta do quarto do casal. Abriu lentamente a porta e sentiu o cheiro de sua amada. Ficou perplexo, pois nada havia sido alterado no local, nem o pó do tempo penetrara no ambiente. Permaneceu horas deitado e olhando para o teto do quarto. De repente, ouve o canto do pássaro citado anteriormente. Júlio ficou nervoso e procurou saber onde o animal estava. O pequeno estava do outro lado da janela como aparecia em seus sonhos, do mesmo tamanho, cor e canto. O homem queria muito se aproximar do pássaro e mandou limpar a casa, abrir as janelas e quartos, cozinhar almoços e jantares. Contratou músicos para o salão, arrumou o jardim e sua velha horta. Tudo para agradar o pássaro que fazia lembrar o seu amor perdido. Todas as manhãs ele cantava o seguinte verso “vem passarinho do meu coração, quero ser seu amigo e não o seu vilão”. A pequena criatura cantava no amanhecer e no entardecer, mas não dava...

Leia Mais
Festival “Um ato de amor” reúne artistas neste Domingo em prol de pacientes com Câncer em Manaus
ago21

Festival “Um ato de amor” reúne artistas neste Domingo em prol de pacientes com Câncer em Manaus

Ajudar ao próximo, promover a conscientização acerca da prevenção do câncer e mostrar que a música também tem responsabilidade social, esses são os principais objetos do festival de artes integradas “Um ato de amor” que será realizado no próximo domingo, dia 25 de agosto, a partir das 16h, no Morada das Artes localizado na rua Constelação Ustra Maior, número 12, Conjunto Morada do sol com atrações musicais e atividades artísticas diversas, além de palestras com especialistas que atuam na prevenção e combate ao câncer. A programação do evento conta apresentação e animação de Ícaro Pimenta, Oyama Filho e Jaque Santtos e com shows da banda Alaídenegão, o cantor e compositor Nicolas Júnior, grupo Cordão do Marambaia, Banda Flow que se apresentará com a cantora Jaque Santtos, o duo musical Elias Moreira e Aline Fagan, show do cantor Marcos Paulo, performance musical do Dj John Cavalcante e Tiago Silva (Sax) e muitas outras atrações cujos repertórios passeiam por diferentes estilos e influências musicais como carimbó, beiradão, rock, pop, soul, música popular brasileira é muito mais, o evento também recebe a exposição “Ensaio Lírico” da fotógrafa Bárbara Umbra, palestras com o Cirurgião Plástico, doutor Euler Ribeiro Filho sobre Câncer de Mama e apresentação da sua banda,a “Doutor Bactéria”, um bate-papo com o Oncologista JeannCarlo Silva sobre como ele atua na luta contra o câncer. Outro grande momento da programação é o desfile de mulheres que resgataram a sua auto-estima após vencerem o câncer e que hoje servem de força e inspiração para outras mulheres que estão em tratamento e que por inúmeros motivos ou situações adversas se sentem deprimidas ou sem motivação para seguir ou buscar ajuda. No desfile, essas mulheres passam a mensagem de que não é nada fácil enfrentar um câncer, seja ele qual for mas que é possível vence-lo com muita fé, determinação, disciplina e claro, com ajuda, preparo e acompanhamento médico. Um leilão solidário de uma obra do artista plástico Cláudio Andrade, cujas pinturas se caracterizam por traços leves e cores vibrantes que enaltecem a fauna e flora amazônica, também está previsto para a tarde do evento. A beleza dos quadros de Andrade lhe deu a fama e hoje, além de Manaus, o pintor tem trabalhos expostos e à venda em galerias de São Paulo e Paris. O artista estava afastado da pintura, há aproximadamente dez meses, devido um impedimento de saúde mas com o intuito de colaborar com a proposta do evento pintou e doou um quadro inédito pintado por ele recentemente, e o cedeu para leilão durante a tarde do festival.  A obra é avaliada no valor de R$10.000,00. A motivação para a realização deste...

Leia Mais
Elas são (+) que o P.O.D.E.R.!
abr19

Elas são (+) que o P.O.D.E.R.!

Programa de Reorientação, Desenvolvimento, Empoderamento e Resultados (PODER) é a proposta de mulheres que buscam autoconhecimento, reflexão sobre paradigmas e o enfrentamento dos desafios lançados no mundo feminino. O II Coaching Day para Mulheres é um evento que tem como propósito o aumento da autoestima e autoconfiança, para que as mulheres descubram o seu poder e consigam chegar aonde sempre sonharam. Não ter tempo para si mesma é uma das principais queixas entre as mulheres nos dias atuais. De fato, não é tão simples lidar com a acelerada rotina que inclui uma grande carga de trabalho, responsabilidades domésticas, relacionamentos pessoais e, para muitas delas, criação dos filhos. Mas a falta de tempo não é o único desafio do mundo feminino. Decisões relacionadas à carreira, às questões financeiras e à satisfação com a vida são algumas preocupações que podem, e devem ser gerenciadas para alcançar o bem-estar. E é nesse processo de autoconhecimento e controle que o Coaching Day para Mulheres ajuda a dominar e superar os problemas. O Grupo “O Poder em Suas Mãos” é uma parceria entre Francilucia Santos (Adm e Coach), Fabíola Pedraça (Psicóloga e coach), Lorena Schmitz (Psicóloga e coach) e Raquel Cunha (Psicóloga e coach), 4 Mulheres com formação em Psicologia, Administração e Coaching, compartilhando conhecimento em diversas áreas, desenvolvendo palestras temáticas, workshops, encontros e oficinas seja para públicos livres e também sob demanda das empresas. De acordo com Fabíola sobre a importância do evento na sociedade em que vivemos. “As mulheres estão expostas a muitos desafios, mas não fomos preparadas para isso e as vezes temos tendência a desistir, deprimir, fraquejar e esse empoderamento feminino por meio do coaching promove não só o autoconhecimento quanto também a quebra de paradigmas, principalmente em casos de decisão”, explicou. A estrutura é pensada em um dia de imersão, com a aplicação do P.O.D.E.R – Programa de Orientação, Desenvolvimento, Empoderamento e Resultado. “É assim que vamos cumprir nossa missão de vida, contribuir para a transformação das pessoas, extrair potencialidades e direcionar para a auto realização, isso sim é felicidade, o que todos buscamos afinal de contas”, acrescentou Fabíola. A possibilidade de cumprir as obrigações sem deixar de lado o lazer e o bem-estar é real. Depois de auxiliar no diagnóstico de seu estado atual e na identificação de onde se deseja chegar, o Coaching Day para Mulheres trabalha a gestão do tempo e energia a fim de que se consiga a organização necessária para a execução e conclusão de projetos. I Coaching Day O objetivo final de todo esse processo é otimizar a saúde e o desempenho profissional, prezando pela felicidade. Dessa forma, será possível melhorar a qualidade...

Leia Mais
O congresso da livre vontade de amar
set16

O congresso da livre vontade de amar

Declaro aberto hoje o congresso da livre vontade de amar. Com o propósito de tornar os homens mais livres e belos com seus longos cabelos ao vento e um sorriso apaixonado. Declaro o direito de amar à todos, e ainda serem recompensados por isso. (Todo amor deve ser correspondido). Declaro aberta a instância de que todas as mães tem o livre direito regido por lei (a lei do amor), de beijar seus filhos em público na porta das escolas e não serem reprimidas por isso. Declaro como lei universal que todo bêbado deve ter como direito (mediante um aviso prévio) um ouvinte para suas inúmeras estórias e piadas e juntos possam trocar risadas e experiências únicas, com essência de cachaça e cigarro em suas roupas. Esse congresso tem como objetivo principal facilitar o entrelace das mãos tímidas dos casais envergonhados, abrindo assim uma prerrogativa para um beijo apaixonado. Declaro o livre uso de qualquer tipo de substância química (ilícita ou não) para a maior interação dos amigos que há muito tempo não conversam espontaneamente. Declaro o livre direito de fazer o que quiser (mediante apenas a uma condição), que se dê prazer ao outro, que se dê alegria, paz e sobretudo e acima de tudo. Declaro livre o direito de amar. Declaro hoje, aberta a primeira edição do congresso da livre vontade de...

Leia Mais
O amor mudou e a dona Flor merece pensão!
ago21

O amor mudou e a dona Flor merece pensão!

Eu posso estar sendo muito otimista mas eu acredito que as relações amorosas tenham subido de nível. O lance de dizer que casamento é uma instituição falida é intriga de mal amado, alías, pouco amado. A união das pessoas veio com força, não só pela exacerbação do noivado, mas também na pluralização das relações. Vejo que ainda falta um equilíbrio entre o amor, gente que nasce, cresce, transa, trai, goza dentro, se reproduz e não consegue sentir o gosto do amor. Ao mesmo tempo, propostas de vida a três, quatro na liberdade de um poliamor. Ué, mas porque esse assunto? Em meio a tanto discurso de ódio, manchetes de jornais cada vez mais absurdas, o direito á exposição a qualquer custo e a prática do amor livre tem sido cada vez mais frequente. E não é uma coisa de circo dos horrores, é prático, usual e comum. Sem se preocupar com a repercussão da velha fuxiqueira da rua. Quem são eles? Como vivem? O que comem? Ganham especulações das mais diversas e até conceitos negativados a favor da vida de solteiro. Ingenuidade. Eu prefiro acreditar nesse amor ‘libertino’ do que no casamento de fachada, dos interesses por negócios e na busca incansável de uma herança genética ou financeira. Cada um se ilude com o que pode. Tô muito longe de levar a vida com um discurso feminista, mas está claro que muitas mulheres cansaram de ser saco de pancadas dos homens e optaram em ter uma relação diferente, seja com outra mulher ou com outro casal. Um amor a três ou três amores a um? Quando se trata de escolha, dedicação, liberdade e porque não empoderamento? Rá, essa palavra tá demais! Talvez o faro seja diferente, mesmo já tendo visto casais homossexuais que se estapeiam pra valer, na aceitação de uma igualdade. Ignoraram o pé da letra o “Vale Tudo” do Tim Maia. Esses amores são como entorpecentes, passam depois de algumas horas e não perdem a oportunidade de extrapolar a consideração.  ...

Leia Mais
3 enormes (maiores) problemas de quem vai casar!
ago18

3 enormes (maiores) problemas de quem vai casar!

Daí você é pedida em casamento, fica toda feliz, empolgada e resolve fazer uma festa. Tá tudo lindo… Até você começar de fato a planejar a festa. Brevemente vou contar a minha história como noiva, e resumir em 3 problemas (que eu achei os maiores), daí você pensa melhor. Não sei se te falaram, mas, ao contrário do que você pensa, você NÃO vai conseguir chamar todo mundo que gosta. Desista. (A não ser que você seja rica, que não foi meu caso).  LISTA DE CONVIDADOS. Lá está você, pequena gafanhota, com seu gafanhoto ao lado, fazendo a lista de pessoas importantes que você queria chamar. Tá tudo certo, até… alguma SOGRA aparecer. Independente de quem seja a mãe (noivo ou noiva) elas VÃO querer adicionar o amigo do tio do papagaio. Pensa que é só a família é? Nananinanão. Se você tiver umas amigas (porque amigo homem dificilmente se importa se um ou outro vão) um pouco chatinhas, elas vão interferir também. É… Fica você e seu noivo com cara de bobo com tanta coisa que acontece. “Por que você chamou fulana? E a beltrana é tão sua amiga assim? É verdade que você não vai chamar a mariquinha?”. Depois do casamento, muitas pessoas não vão falar com você por um tempo (as que não foram convidadas). Todo mundo se acha no direito de ser convidado e o mais íntimo do mundo. Não se preocupe. Chame realmente quem você acha que tem a ver com a sua vida e com a sua história. 02. GRANA Depois que você conseguir (finalmente) terminar a lista, tudo o que você vai planejar vai ser voltado pra quantidade de pessoas que você escolheu chamar. 100, 200, 300, 400… A sua festa depende disso; o lugar, as comidas, as lembranças, convites, senhas, igreja. Tudo vai depender da quantidade de pessoas que você listou. A grana entra nisso. Existem pacotes de festa que incluem tudo, mas eles normalmente fecham o mínimo de 100. Pode até parecer muito agora, mas quando você vai listando, você percebe o quanto 100 – pra você e seu noivo – é um número pequeno. Tenha SEMPRE dinheiro a mais. BEM A MAIS. Pois, por mais que você se organize, sempre aparece algo a mais na hora X, Y, Z… Grana é algo que deve ser bem planejado. Se for possível, tentem terminar a festa sem ter nada a pagar depois dela. 03: FIGURINO Meu Deus! COMO É DIFÍCIL ESCOLHER O VESTIDO DE NOIVA? É… Você acha que é a pessoa mais decidida do mundo até esse momento. Você pensa em mil modelos, mil formas, pensa até se vai ser...

Leia Mais