FIGA 2019: Programação Completa.
set25

FIGA 2019: Programação Completa.

Abrasel realizará a Feira Internacional da Gastronomia Amazônica (FIGA) nos dias 26, 27 e 28 de setembro e trará as novidades para a gastronomia. A FIGA é um evento que realiza um intercâmbio entre chefs regionais, nacionais e internacionais e divulga a gastronomia amazônica para diversos países. Além da feira de exposição de produtos e serviços, terá a Semana Qualidade Abrasel, Mercado Amazônico e Arena Gastronômica com cozinhas-show e palestras-show com os chefs da cozinha regional, nacional e internacional. Maiores informações para participar das palestras, rodadas de negócios e aulas show e para compra de estandes é só acessar a página da Abrasel no Facebook ou ligar no telefone (92) 3642-8894 / 98292 0021. A 3ª edição da Feira Internacional da Gastronomia Amazônica (FIGA), promovida pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel no AM), acontecerá nos dias 26, 27 e 28 de setembro de 2019, das 14h às 21h, no Centro de Convenções do Amazonas - CCA, localizado na Av. Constantino Nery, esquina com Pedro Teixeira, 5001 – Flores. A FIGA destina-se aos empresários dos diversos segmentos de venda e prestação de serviços do mercado de restaurantes, chefs de cozinhas, estudantes de gastronomia, nutrição, administração e cursos afins, empreendedores interessados em entrar no ramo de alimentação fora do lar, produtores rurais (agricultura e pescado), amantes da gastronomia e público em geral, atraídos pela feira gastronômica. A expectativa é de 40.000 pessoas entre visitantes, expositores, participantes, organizadores, convidados e imprensa. O objetivo da FIGA é gerar conhecimento, fomento, resgate e preservação da gastronomia amazônica e apoiar iniciativas colaborativas a inserção do Amazonas na rota internacional da alta gastronomia. Os patrocinadores Governo do Estado do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e Sebrae Amazonas, apresentam junto com a Abrasel a terceira edição da FIGA. A Abrasel no AM está com stands à venda para os proprietários e comerciantes da área. Mais informações podem ser obtidas nos números 3642-8894 ou 98292-0021. Com mais de 90 estandes entre feira de negócios e praça de alimentação, para visitação durante os três dias, a FIGA sediará mais cinco eventos paralelos: SEMANA QUALIDADE ABRASEL: a semana promoverá palestrantes abordando temas ligados aos bares, restaurantes e similares, tais como administração com ênfase em gestão, atendimento, vendas e questões trabalhistas, também temas como inovação, tecnologia, conexão e relacionamento, gerando networking e boas práticas. RODADA DE NEGÓCIOS: Promovendo o encontro entre donos de restaurantes e fornecedores nas mesas de negociações. O público alvo são os expositores e o público visitante, ambos farão a inscrição antecipada via plataforma específica definindo previamente dias...

Leia Mais
Preserve a vida!
set16

Preserve a vida!

Hoje cedo, juntamente com meu amigo Romulo Maciel conseguimos impedir a tentativa de suicídio de uma senhora que estava totalmente transtornada querendo se jogar da ponte. Foi muito tenso. Mas o que realmente me chamou a atenção, foi saber que ela veio do Santo Agostinho na pernada chorando conpulsivamente, e chegando no início da Ponte, passou por várias pessoas que aguardavam o ônibus, passou pelos vendedores, passou por outras pessoas que faziam atividades físicas na ponte, e ninguém teve a coragem de simplesmente perguntar: "A senhora está bem?", "Posso lhe ajudar?", "Vou lhe acompanhar!" Graças à Deus conseguimos impedí-la a tempo, e ficamos com ela até a polícia chegar e fazer o resgate...E nesse tempo todo com ela, sentindo suas dores sobre os motivos pesados que fizeram ela tomar essa decisão de atentar contra a própria vida, realmente abala demais a sua consciência. E olhando ao redor, tinha várias pessoas tirando fotos e fazendo filmagens, as mesmas por quem ela já havia passado. São as mesmas pessoas que colocam a fitinha amarela contra o suicídio no perfil nas redes sociais, mas que na realidade, pouco se importam com a vida de uma pessoa que não conhecem! Segundo relato do guarda que fica na guarita, aquela era a 5° tentativa de suicídio, só na madrugada de ontem para hoje. Converse com seus conhecidos e seja instrumento de força para quem está passando por isso sair dessa. Fique atento aos sinais, a vida é muito importante. Se você está passando por isso, procure ajuda. Ligue para 188 ou Centro de Valorização à...

Leia Mais
“Artistas não devem se meter em politica!” Belchior já nos dizia o contrário
set02

“Artistas não devem se meter em politica!” Belchior já nos dizia o contrário

A Palo Seco, ontem e hoje. "Se você vier me perguntar por onde andei No tempo em que você sonhava De olhos abertos, lhe direi Amigo, eu me desesperava Sei que assim falando pensas Que esse desespero é moda em '76 E eu quero é que esse canto torto Feito faca, corte a carne de vocês E eu quero é que esse canto torto Feito faca, corte a carne de vocês" Começo esse modesto texto blogueiro, deste modesto artista autoral manauara, que ousou em escrever algo mesmo sem saber escrever, longe de mim dar uma de jornalista de boteco. Eu que diversas vezes fui subestimado nesse sentido, eu que diversas vezes escutei esse mesmo jargão, às vezes em tom de histeria e determinação de comportamento, de algum formador de opinião do Facebook, que provavelmente é mais um senso comum que cultivou muitos discos, que cultivou muitos shows de bandas antológicas, mas nunca entendeu nada sobre as letras e sobre os conceitos, dessas bandas e desses artistas. Neste trecho especifico, Belchior nos deixa bem claro a situação política da época: Ele quer que machuque, que corte, que deixe marca. Ele canta "A Palo Seco" para que nós, que o ouvimos, sejamos atingidos por suas palavras. Ele tem esperança de que faremos alguma coisa, se esse canto consiga chegar nos nossos corações as nossas razões, a nossa consciência de classe. Pra entender melhor o que é a "Palo Seco" vou contar um pouco sobre a história da música. Na verdade, fazendo uma breve busca na internet, não é difícil encontrar que... Palo: é o nome que se dá as sub-classificações do Flamenco. Dentre os principais palos flamencos destacam-se a Seguiriya, a Soleá, a Bulería, a Alegría, a Rumba, o Tango, o Fandango e a Sevillana. O Martinete é considerado o palo mais antigo, chamado a palo seco, ou seja, sem acompanhamento de violão. Para explicar a canção, recorremos a o poema de João Cabral de Melo Neto "cante do meu cante" que se remete justamente a essa descrição de a Palo Seco "Se diz a palo seco o cante sem guitarra; o cante sem; o cante; o cante sem mais nada; se diz a palo seco a esse cante despido: ao cante que se canta sob o silêncio a pino." "O cante a palo seco não é um cante a esmo: exige ser cantado com todo o ser aberto; é um cante que exige o ser-se ao meio dia, que é quando a sombra foge e não medra a magia." "Eis alguns exemplos de ser a palo seco, dos quais se retirar higiene ou conselho: não o de aceitar o seco...

Leia Mais
Festival “Um ato de amor” reúne artistas neste Domingo em prol de pacientes com Câncer em Manaus
ago21

Festival “Um ato de amor” reúne artistas neste Domingo em prol de pacientes com Câncer em Manaus

Ajudar ao próximo, promover a conscientização acerca da prevenção do câncer e mostrar que a música também tem responsabilidade social, esses são os principais objetos do festival de artes integradas "Um ato de amor" que será realizado no próximo domingo, dia 25 de agosto, a partir das 16h, no Morada das Artes localizado na rua Constelação Ustra Maior, número 12, Conjunto Morada do sol com atrações musicais e atividades artísticas diversas, além de palestras com especialistas que atuam na prevenção e combate ao câncer. A programação do evento conta apresentação e animação de Ícaro Pimenta, Oyama Filho e Jaque Santtos e com shows da banda Alaídenegão, o cantor e compositor Nicolas Júnior, grupo Cordão do Marambaia, Banda Flow que se apresentará com a cantora Jaque Santtos, o duo musical Elias Moreira e Aline Fagan, show do cantor Marcos Paulo, performance musical do Dj John Cavalcante e Tiago Silva (Sax) e muitas outras atrações cujos repertórios passeiam por diferentes estilos e influências musicais como carimbó, beiradão, rock, pop, soul, música popular brasileira é muito mais, o evento também recebe a exposição "Ensaio Lírico" da fotógrafa Bárbara Umbra, palestras com o Cirurgião Plástico, doutor Euler Ribeiro Filho sobre Câncer de Mama e apresentação da sua banda,a "Doutor Bactéria", um bate-papo com o Oncologista JeannCarlo Silva sobre como ele atua na luta contra o câncer. Outro grande momento da programação é o desfile de mulheres que resgataram a sua auto-estima após vencerem o câncer e que hoje servem de força e inspiração para outras mulheres que estão em tratamento e que por inúmeros motivos ou situações adversas se sentem deprimidas ou sem motivação para seguir ou buscar ajuda. No desfile, essas mulheres passam a mensagem de que não é nada fácil enfrentar um câncer, seja ele qual for mas que é possível vence-lo com muita fé, determinação, disciplina e claro, com ajuda, preparo e acompanhamento médico. Um leilão solidário de uma obra do artista plástico Cláudio Andrade, cujas pinturas se caracterizam por traços leves e cores vibrantes que enaltecem a fauna e flora amazônica, também está previsto para a tarde do evento. A beleza dos quadros de Andrade lhe deu a fama e hoje, além de Manaus, o pintor tem trabalhos expostos e à venda em galerias de São Paulo e Paris. O artista estava afastado da pintura, há aproximadamente dez meses, devido um impedimento de saúde mas com o intuito de colaborar com a proposta do evento pintou e doou um quadro inédito pintado por ele recentemente, e o cedeu para leilão durante a tarde do festival.  A obra é avaliada no valor de R$10.000,00. A motivação para a realização deste...

Leia Mais
Aquela piadinha sem graça…
ago05

Aquela piadinha sem graça…

Há alguns anos comecei a escrever para o Xibé e por alguns motivos que eu mesma não recordo, parei. Mas o que interessa é que depois de alguns emails muito interessantes enviados pela ilustre Renata Paula, VOLTEI. E já aviso, voltei em negrito e capslock. Hoje por exemplo, tenho um tema muito interessante para compartilhar: a famosa piadinha SEM GRAÇA. Já faz mais de um ano que moro em Portugal e sim, existe preconceito com o brasileiro que aqui está. Logicamente que não são todos os portugueses que precisam separar o imigrante do nacional para sentirem-se à vontade, tanto é que fiz grandes amigos aqui nesse pouco tempo. Mas volta e meia sinto aquela velha preguiça social ao escutar comentários que, de longe, dá pra entender como xenofóbicos. Hoje, por exemplo, resolvi retomar minhas práticas de artes marciais. Quando ainda morava no Brasil, praticava Muay Thai e Jiu-jitsu. Realmente sinto falta da sensação de bem estar dentro e fora do tatame. Procurei um lugar no googlemaps, mandei mensagem pro responsável, marquei a aula experimentar e fui conferir a técnica pra ver se era aquilo que eu buscava. Até agora ainda não consegui digerir o mal estar e a vergonha alheia que o professor despertou em mim nos 75 minutos de aula. Sendo objetiva, ele conseguiu dizer, enquanto eu treinava socos no saco: "Nossa! Ela bate forte! É brasileira mas tem sangue português, está explicado! Sabiam que é por isso, que por causa do sangue português que brasileiro tem força? Está cientificamente comprovado! HA -HA-HA-HA-HA!" Caros leitores, façamos 10 minutos de silêncio agora, pois o espírito de 10 mil mestres de artes marciais foram jogados na lama depois dessa piadinha sem graça e xenofóbica. Quem pratica ou conhece um pouco da prática de artes marciais certamente sabe o que significa o tatame. Ele é o solo sagrado do mestre e do praticante, tanto é que não se entra no tatame sem cumprimentá-lo, não se entra com sapatos, não se come nele e em geral não se pratica em absoluto qualquer ato de desrespeito à tradição milenar de qualquer arte marcial. E esse professor conseguiu me convencer de que sim, é possível alguém ter alto conhecimento técnico de uma arte marcial mas não absorver 1% da filosofia e cultura que ela tem. Esse foi um pequeno exemplo, talvez sem grande importância pra muitas pessoas, mas que ilustra muito bem como somos capazes de ferir a inteligência alheia quando nos sentimos à vontade e seguros de nosso lugar social. Como professor esse homem deveria dar o exemplo não somente dos golpes a serem praticados, mas da conduta que aquela arte marcial requer do...

Leia Mais
Do Blues ao Punk: Vultos Vicerais
jul26

Do Blues ao Punk: Vultos Vicerais

Cá estou eu de volta ao notebook para apresentar-lhes um novo som. Não tão novo assim, a banda foi formada em 2016 com a proposta de fazer um rock alternativo regional com a sujeira punk com uma pegada blues. Este final de semana o quarteto se apresenta na programação da Virada Sustentável, às 20h, no Palco do Monte das Oliveiras, localizado na rua Guarapuava, 73, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. A Vultos Viscerais é  composta atualmente por quatro integrantes, são eles, Tiago Smokers (vocalista), Caio Cinético (Guitarrista), Ed júnior (Baixista) e Jeff Willer (baterista). Formada em 2016, o vocalista da banda, Tiago Smokers, vindo com uma bagagem musical de peso no cenário do rock manauara por conta da sua antiga banda, Dexter Chapado, resolve dar uma nova roupagem musical já em sua nova banda, com influências claras ao Blues, punk, Tango, Stone Rock, Hard Rock anos 70, RockaBilli, MPB, rock Nacional, reggae, soul music, música psicodélica e influências regionais, a banda decide lançar seu primeiro CD: Vultos Viscerais Volume I. Com mais de 2.000 mil cópias vendidas no cenário manauara, a banda vem fazendo shows em todos os espaços undergrounds em Manaus, difundindo cultura através da música autoral, composta em solo amazonense. A banda Vultos Viscerais traz claramente em suas músicas a subversão do ser humano. Em suas letras, os sentimentos são expostos de uma maneira visceral, mostrando ao seu público que todos nós somos feitos de carne, osso e coração. É nesta pegada que rola a identificação com o público que, aliás, vem crescendo a cada dia, pois nós temos a preocupação de ocupar espaços distintos em todas as zonas da cidade, inclusive nos espaços mais periféricos, oportunizando a possibilidade de mais pessoas conhecerem a visceralidade do nosso som. No primeiro disco, composto por seis faixas, que retratam o convívio e cotidiano social e moral das pessoas, inclusive, sexualmente, resumindo assim os dilemas humanos de uma forma existencialista e empírica, não seguindo necessariamente seguindo um contexto conceitual das questões sociais que abarcam o cotidiano. Pra quem ficou curioso em conferir o som da Vultos Vicerais dá uma olhada no videoclipe que tá no canal no...

Leia Mais