Seu nome é Jesus

Para alguns ele seria o Cristo, o Messias, também lhe atribuem os dizeres, Galileu e Nazareno, devido sua procedência ser de t11082560_800603890008833_7572159666506146191_nais locais, por nós já conhecidos como zonas de risco, miséria e ignorância. Muitos começam a ver nele um possível agente da revolução contra a presente ordem, com seus discursos de Reino que é chagado, com relatos que falam de curas miraculosas feitas por ele, além de lendas e mitos que se propagam mais e mais por ai onde há casos de possessões demoníacas, pescas surpreendentes, mortos que voltam à vida e toda uma perigosa fé que começa a entrar na vida de muitos de má fama, como putas, gatunos, boqueiros, banqueiros, zelotes, deficientes físicos, e essa plebe a vagar pelos bordeis e ruas da cidade, que consideram-no como Salvador. Precisamos urgentemente dar fim nele, assassiná-lo, levar as autoridades jurídicas romanas acusando-o de sedição, e exigir sua imediata redenção, castigo público e execução. Não podemos mais tolerar esse homem vivo! - Declaração pronunciada por algum líder da sinagoga judaica que sabia que a presença de Jesus relativizava e punha em cheque o autoritarismo, a farsa e estelionato daqueles representantes do status religioso-espiritual da época, dias depois, tais palavra entravam para o tecido do real ato dos homens.

Author: Daniel Fredson

Share This Post On
468 ad