Exposição Xamânico de Diego Batista na Casa da Pamonha
jul06

Exposição Xamânico de Diego Batista na Casa da Pamonha

A magia da arte para afirmar a história e memória dos primeiros habitantes desta terra, Xamânico é um ato expositivo de arte contemporânea assinado pelo artista Diego Batista, em cartaz na Casa da Pamonha até o dia 30 de Julho. A proposta encabeça a valorização da cultura de povos ancestrais do continente Sul Americano que vem sofrendo genocídios ao longo de anos de conquistas e invasões sofridas em suas terras e cultura. Xamânico são sete bandeiras com figuras indígenas de etnias Kayapó, Yanomami, Ashaninka, Kaxinawa, Matis, todas de domínio público, disponíveis na internet. Também podem ser identificadas intervenções técnicas de pichação com mensagens que salientam as atuais causas políticas, como demarcação territorial e reconhecimento dos primeiros habitantes. Para Diego, a escolha de bandeiras como tela são uma forma de quebrar a regra da moldura clássica, "faço questão imprimir uma mistura de conceitos, colocando a rua para dentro do espaço expositivo,. Claro que como suporte de bandeira, também se mistura com as causas indígenas, é um homenagem. Afirmo como parte da minha história, dos meus pais, do meu continente", argumentou. A abertura da exposição contou com declamação de poesias de Zémaria Pinto e um pocket show de Mauri Marques com base no livro/CD Lira da Madrugada. As obras estão disponíveis para a venda, os valores vão de R$15 a R$300. A Casa da Pamonha fica na rua Barroso, 375, Centro, o horário de funcionamento é de 7h às 19h, com cardápio vegetariano. A técnica também foi aplicada em outros quadros com a mesma temática disponíveis para venda. O Estencil é uma técnica de pintura e reprodução de imagens utilizadas por um molde. "Exames de raio-X antigos são exemplos de reaproveitamento, faço as estampas artesanalmente e consigo manter uma boa durabilidade", explicou. Sobre o artista Diego Batista Gama é um artista amazonense que teve suas primeiras manifestações artísticas com teatro, na Companhia Vitória Régia de Teatro, além de exercer a função de ator, atualmente ele também executa as funções na produção, cenografia e adereços. Habilidades do teatro e dança, foram desenvolvidas quando esteve na Companhia Visse & Versa de Ação Cênica em Rio Branco-AC, Companhia Indios.com em Manaus e Lokombia, grupo de teatro e andanças de Roraima. Pico de Jaca é o trabalho das estampas artesanais, murais, bandeiras e artes visuais como um todo, são assinados por sua marca, o propósito é contudo, difundir técnicas de grafitti e estêncil com reaproveitamento de materiais e roupas. Contatos para entrevistas ou compra das obras: (92)...

Leia Mais
Cultura amazônica do palco ao prato com Arraial Chefs!
jul04

Cultura amazônica do palco ao prato com Arraial Chefs!

Os eventos gastronômicos vieram como um furação para completar a programação do manauara que faz questão de comer bem e me sinto na obrigação de compartilhar informações nessa magnitude. Neste final de semana, de 07 a 09 de Julho, o estacionamento do Shopping Ponta Negra será palco do Arraial dos Chefs. Com a participação de vários restaurantes com receitas especiais para este clima de arraial, a partir das 17h, com shows musicais às 20h. No palco, a trilha sonora é com a realeza: Sexta-feira tem o Nunes Filho, também conhecido como Príncipe do Brega, no sábado é a vez do Rei do Carimbó: Pinduca (sério) e no domingão quem encerra é a cantora da Guiana Francesa Lia Sophia. No prato, quem comanda o paladar são os chefs Dedé Parente (Cachaçaria do Dedé), Xande Loureiro (Sun Fusion Food), Tetsuo Takeno, Fabíola Borges (As Clarissas), Marcus Pompeu, Alexandre Binard, Marcello Hagge (Lo​​ ​de Maria), Rodrigo Tsutsui, Martina Caminha, Menga Rola (Buona Massa), Milton Rola (Estória​​ ​de Pescador), Paulo Furtado (Fish Maria), Selma Reis (Zefinha Bistrô), Cinthia Soares (Pamonharia Goiânia), Lídia Mota (Mercearia do Chocolate) e Érika Rodrigues (Miss Doçura). Tá bom,...

Leia Mais
Garantido inicia translado de alegorias
jun25

Garantido inicia translado de alegorias

Cumprindo o cronograma de atividades, o Boi Bumbá Garantido iniciou hoje, 24, o translado das alegorias da Cidade Garantido à concentração do Bumbódromo. O trabalho é executado pelos conhecidos Kaçaweres que, literalmente. A ação conta com apoio da Policia Militar, Corpo de Bombeiros e Amazonas Energia. São 180 kaçaweres incumbidos de levar 150 módulos alegóricos. A previsão é realizar o trabalho em seis dias e o bumbá está na concentração até sexta, 30, pela manhã. A equipe responsável pelo transporte das alegorias é coordenada pela engenheira de segurança no trabalho, Cristiane Gama, os técnicos em segurança e coordenadores, Valdenor Santos e Gilberto Nascimento. Segundo Cristiane, são dois meses de organização e planejamento com a comissão de artes e artistas do bumbá. Ela destaca a preocupação da diretoria do boi com a segurança dos colaboradores e conservação das estruturas alegóricas. "Nossa preocupação é evitar acidentes. Aqui é obrigatório o uso de equipamentos de proteção individuais (EPIs) como botas, capacetes, luvas de raspa, luvas de pano", conta. O jovem Eduardo Trindade, 25, empurra as alegorias do Garantido há 8 anos. Ele destaca que o kaçawere é um item importante do boi. "Nosso trabalho é importante. É a gente que leva o boi pra arena", enalteceu. Ademar Teixeira, 37, é torcedor vermelho e branco e pela primeira vez vai ser um kaçawere. "Estou feliz em poder ajudar meu boi", finaliza. *via assessoria de imprensa boi garantido. #52FestivaldeParintins #alegorias #festivaldeparintins #garantido #Kaçauerés...

Leia Mais
Brahma é a cerveja oficial do 52º Festival Folclórico de Parintins
jun16

Brahma é a cerveja oficial do 52º Festival Folclórico de Parintins

Neste ano a cervejaria Brahma homenageará as pessoas que fazem com o que Festival de Parintins seja único. A Brahma preparou uma campanha personalizada para o Festival de Parintins, no qual exaltará o sentimento especial que cada integrante e torcedor tem pelo Caprichoso ou pelo Garantido e como essa emoção única construiu toda a magia dos bumbás. Para isso, a cervejaria reunirá quatro personagem, dois representantes de cada boi, que contarão mais sobre a emoção de expressar sua paixão no Bumbódromo. A proposta da campanha 2017 é enfatizar a essência do Festival, mostrar que as pessoas são as principais responsáveis por realizar essa experiência que vai além da arena e transforma suas vidas. Bastidores da campanha para as redes sociais, que será divulgada na semana do Festival de Parintins 2017 Assim como o festival, a cervejaria Brahma apresentará uma identidade visual única para suas latas e lançará uma edição limitada para Parintins com o intuito de mostrar o orgulho e o sentimento que é ser Caprichoso e Garantido. Repetindo o sucesso dos anos anteriores, as hashtags estão de volta. Dessa vez serão #cervejaeassimquesefaz e #brahmaparintins. Caso queira demonstrar amor pelo seu boi a torcida poderá utilizar as seguintes hastags: #quandoeumesintocaprichoso ou #quandoeumesintogarantido #issopedebrahma. *Com informações da assessoria de...

Leia Mais
9º Festival TomaRRock começa hoje no Parque Anauá
abr20

9º Festival TomaRRock começa hoje no Parque Anauá

O Festival Tomarrock é o maior festival de artes integradas de Roraima. Realizado pelo Coletivo Canoa Cultural desde 2008, o festival chega este ano a sua 9ª edição, e apresenta ao público o que há de melhor na música independente roraimense, proporcionando a valorização e o reconhecimento dos artistas do extremo norte do país. Além dos shows locais, o Festival Tomarrock apresenta pela primeira vez os shows das bandas nacionais Dead Fish (ES), Plutão Já Foi Planeta (RN), Selvagens a Procura de Lei (CE), Fetuttines (RN), Molho Negro (PA) e Camarones Orquestra Guitarrística (RN). A ideia é proporcionar, ainda, um diálogo entre os diversos campos da cultura, envolvendo o audiovisual, o teatro e a culinária, sem abrir mão da sustentabilidade. A entrada é gratuita. A 9ª edição do Festival Tomarrock, em 2017, será apresentada pela Empresa Oi, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do Governo do Estado de Roraima. A Lei de Incentivo é uma forma de estimular o apoio da iniciativa privada e levar cultura à sociedade através de seus agentes e produtores culturais, estimulando o comércio local e possibilitando o acesso da população ao entretenimento e cultura de forma gratuita. O festival contará com o apoio cultural da Oi Futuro, Schin, Rec Distribuidora, Shop Som, Lei de Incentivo a Cultura, SECULT-RR, Governo do Estado, Akurima Pro Videography e Perin. Este ano, o Tomarrock acontece nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Parque Anauá. A programação terá início às 17h e, além dos shows musicais o festival contará com um lounge, espaço kids e com um festival de hambúrguer artesanal, estimulando o comércio local e as empresas Gordhito's, Picanha Burgers, Paju Burger e Chef Jorge. Dia 20: Festival de Hambúrguer, Área Kids, Exposição de Artes, Mostra Audiovisual e show com o grupo de Rap 'FM7'. Dia 21: Festival de Hambúrguer, Área Kids, Exposição de Artes, Teatro e shows com as bandas Antigo Sofá, Trupe de Marte, Molho Negro (PA), Bolívar Blues, Marambaya, Camarones Orquestra Guitarristica (RN) e Dead Fish (ES). Dia 22: Festival de Hambúrguer, Área Kids, Exposição de Artes e shows com as bandas De um, Red Roof, Fetuttines (RN), Dr Yoko, Johnny Manero, Plutão Já Foi Planeta (RN) e Selvagens a Procura de Lei (CE) PROGRAMAÇÃO COMPLETA: 21/04 17h – Banda Antigo Sofá 18h – Banda Trupe de Marte 19h – Banda Molho Negro (PA) 20h – Banda Bolívar Blues 21h – Banda Marambaya 22h – Banda Camarones Orquestra Guitarrística (RN) 23h – Banda Dead Fish (ES) 22/04 18h – Banda De Um 19h – Banda Red Roof 20h – Banda Fetuttines (RN) 21h – Banda Dr Yoko 22h – Banda Johnny...

Leia Mais
Marcha pela Resistência Indígena no Amazonas
abr19

Marcha pela Resistência Indígena no Amazonas

Resistência Indígena. Passagem pela avenida Mário Ypiranga! A Marcha da Resistência Indígena no Amazonas 2017 Conheça as entidades: Rede do Fórum de Educação Escolar Indígena (Foreeia) Fundação Estadual do Índio Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) Fundação Nacional do Índio (Funai) Coordenação dos Povos Indígenas de Manaus e Entorno (Copime) Instituto de Articulação de Juventude da Amazônia (Iaja) Ufam Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro (Amarn) Conselho Indigenista Missionário (Cimi) Pastoral Indigenista da Arquidiocese de Manaus (Piama) Movimento dos Estudantes Indígenas do Amazonas (Meiam) Aproximação é nossa função. SALVE DIA DO...

Leia Mais