“Os Últimos Dias do Rock n´Roll”
maio29

“Os Últimos Dias do Rock n´Roll”

O jornalista, produtor cultural, músico e vocalista da banda de rock Nicotines Sandro Nine vai lançar um livro que será publicado no começo de 2019. A obra será uma espécie de biografia com entrevistas, shows, coberturas de evento e festivais, e o envolvimento de Nine não só na cena rock manauara, mas como no Brasil todo. O livro já tem titulo, “Os Últimos Dias do Rock n´Roll”, que segundo Nine, será um recorte sobre todo que fez e viveu dentro do rock n roll, na música independente ao longo dos anos em Manaus e por suas andanças pela Regia Norte e Brasil a fora. Segundo Nine, esse recorte pretende mostrar alguns momentos da cena rock manauara, passando pelo Festival Fronteira Norte, Festival Amazonas de Rock até os dias atuais com a banda Tudo Pelos Ares no Rock in Rio. O livro vai aborda também outras curiosidades, como o encontro com os Mutantes, show de Raul Seixas em 89, João Gordo, Phillipe Seabra, Clemente, Marcelo Nova, Manoel Villas Boas (Mr. Jungle), Vinicius Tocantins entre outros. O livro conta vai contar com prefácio do produtor musical e audiovisual Lenildo Gomes, na qual também conheceu a cena rock de Manaus nos anos 80 e é amigo pessoal de Sandro Nine. Já em nível nacional o autor está em fase de negociação com uma editora na qual fara a distribuição nacional da obra. “a ideia surgiu de uma conversa com uma grande amiga que motivou esse digamos, volta a literatura. Esse livro é basicamente sobre a minha vivência dentro do rock manauara atuando como produtor cultural, músico, compositor. Será um olhar maduro e profundo sobre música, politica cultural que e todas as coisas extraordinárias que tive prazer de fazer parte”, afirmou. Sobre o titulo do livro Sandro Nine disse: “O rock nunca vai morrer, nunca vai nem agonizar, mas algumas coisas que vivemos nele, como relações, parcerias e até mesmo bandas acabam um dia. Esse livro é uma espécie de visão do fim do mundo sobre isso, sobre o rock que conhecemos e vivemos. O rock sempre nos deu, atos de amor e revolta, talvez isso esteja morrendo. É uma visão de tudo que foi bom, mas infelizmente já passou”. Disse Nine Radicado há quase 5 anos em Boa Vista/RR, Sandro Nine atua na cena rock da região norte desde o fim dos anos 80 é um entusiasta do rock e da musica independente, tendo contribuído com a Web radio Manifesto Norte, o projeto Riffs Desplugados e outras colaborações como o Selo Som Independente, além de ser vocalista da banda de...

Leia Mais
2° Feirão de Quadrinhos será neste sábado (26)
maio24

2° Feirão de Quadrinhos será neste sábado (26)

Os quadrinhos inspiram todas as artes, os amantes e colecionadores de artigos da cultura pop são de todas as idades, convido a todos a prestigiarem o 2° Feirão de Quadrinhos que será a partir das 12h, deste sábado (26), no Instituto de Educação Boas Novas. A entrada é gratuita, o Instituto fica na avenida André Araújo, 1188, Aleixo, em frente à Cidade da Criança. Os ilustradores e desenhistas dos principais estúdios de Manaus estarão disponíveis para demonstração e apresentação de seus trabalhos. Palestras sobre o universo das HQs, oficinas interativas de desenho e mais de 30 expositores na área de artesanato, artigos de decoração, action figures e gastronomia.  ...

Leia Mais
PIX – Projeto Indie Xperience
maio18

PIX – Projeto Indie Xperience

Boa Vista-RR - A integração das diversas tribos é o nosso lema, experimentar o novo é nosso combustível. Assim surgiu o PIX, um projeto que visa criar um espaço democrático para aqueles que amam compartilhar ideias e experimentar o diferente. Do Synth-Pop ao Punk, com uma pitada de brasilidade, os visionário-marcianos convocaram para esta viagem os DJs Felipe Veras e BSUUXX para esquentar o seu domingo. E para unir ainda mais os participantes desta viagem, Mesa de Pebolim e Fliperama também farão parte desta experiência e seu uso já está incluso no XperiencePass. Sendo assim, uma forma de sair do virtual para o pessoal - sem deixar de lado a tecnologia. O evento acontecerá no dia 20 de maio, às 16h37 (exatos e cabalísticos), na Champanharia das Meninas (Rua Victor Hugo, 247, Canarinho). S∆V3 THE DAT3! #ExperimenteSe...

Leia Mais
Bryse se apresenta com videoclipe “Navegando”
maio04

Bryse se apresenta com videoclipe “Navegando”

Bryse é um projeto musical do baixista da banda Nítidos, Denny e outros músicos da noite Manauara. A princípio essa reunião resultou em um EP de cinco músicas, onde tem a mistura do reggae, pop e regional numa pegada mais acústica, com cajón (Max Marcelo) e escaleta (Neto Zyon). O vocal fica por conta do Caio e a harmonia do grupo com o Fly. No primeiro trimestre de 2018 a banda lança duas músicas, “Navegando” e “um violão e dois Brincos de Açaí” que conta com a participação do Jander Manauara. O single de estreia fica por conta de “Navegando”, com direito a videoclipe. Continue lendo para assistir. Serve como cartão de visita, tem a sonoridade e textura bem característica da proposta de som do grupo. O EP se chama Forte Navegando e conta ainda com dois reggaes, “Faixa de Gaza” e “Brisa”, e tem a música de abertura “Forte”, que é a canção chave do projeto. BRYSE É: CAIO – voz; MAX MARCELO – percuteria, voz; FLY SENA – guitarra, teclado e voz; DENNY – baixo; NETO ZYON –...

Leia Mais
Domingo tem Encontro de Colecionadores
abr27

Domingo tem Encontro de Colecionadores

Neste domingo (29), você não pode perder a programação do Encontro de Colecionadores promovido pela turma do Zona Geek e amigos. O Encontro começa às 9h e vai até às 17h, no Centro de Convivência do Idoso que fica na rua Wilkens de Matos, s/n, bairro Aparecida. Não paga nada pra entrar mas é bom levar uma graninha porque vai dá vontade. São lojas de artigos voltados para o universo de games, séries e filmes. Essa é uma boa chance para os amantes de action figures e miniaturas, mas é claro, os cosplayers de plantão terão na na chance de desfilar e apresentar uma performance especial. Na hora que a fome bater, só correr para a área de alimentação com várias opções de lanches, doces e bebidas a preços acessíveis....

Leia Mais
MACONHA: O que você tem curiosidade de saber mas nunca teve coragem de perguntar
abr20

MACONHA: O que você tem curiosidade de saber mas nunca teve coragem de perguntar

Quem tem seda? On Jack Tall Back? Negativo. Em homenagem ao 20/4, aí vai um questionário de perguntas frequentes que os usuários da erva sempre precisam responder (nem sempre com tanta franqueza). Longe de mim fazer algum tipo de apologia ao uso, mas de fato, é que 20 de Abril de 2018, esse assunto precisa ser melhor difundido e quem sabe debatido nas rodas de conversas por aí! Porque consumir maconha? Acredito que esta seja a pergunta mais subjetiva do questionário, ela abre a série de perguntas justamente para evitar a polêmica que foi tão massificada de que a erva era a porta de entrada para outras drogas. Quando na verdade deveria ser uma escolha voluntária como beber refrigerante ou comer carne vermelha. O uso medicinal ou recreativo ainda divergem nas opções de consumo, é por isso que o Estado não deveria interferir nisso. O estimado livre-arbítrio deveria ser fator principal de decisão. Meu corpo, minhas regras. A opção de fumar se tornou mais popular, fazendo com que pessoas que odeiam cigarros, charutos ou tabaco em geral, abrir mão e fazer o uso assim mesmo. Qual o principal efeito?   Maconha é o nome popular de uma planta chamada Cannabis, dentro de tantas variações algumas delas possuem ações diferentes no corpo. Além do formato, ‘Sativa’ ou ‘Indica’ cada uma tem uma concentração especial, por exemplo: a sativa otimiza do humor e desperta uma vontade de encarar a vida com mais tranquilidade. Expressão de sentimentos e até potencializa alguns. Como num dia triste, em que pode sim dar uma experiência mais reflexiva. Já a Indica tem o poder mais relaxativo, (In couch / no sofá), praticamente um presente pro corpo após uma longa jornada de trabalho e até meio analgésico. Quanto tempo fica no corpo? Consumir o THC (TetraHidro Canabinol - principio ativo que dá o barato) pode variar para chegar ou ir embora. Seguindo os padrões tradicionais como fumar um baseado, o efeito dura em média duas horas, tem gente que consegue sentir até 8 horas depois do consumo. Se for fazer um exame toxicológico pode ficar alguns dias. Em caso de ingestão na comida, pode ser até mais rápido.  Capsulas, chás, óleos, foram desenvolvidos para uso medicinal em tratamento de doenças como mal de Parkinson, Alzheimer, anorexia, glaucoma e outras que comprometem o sistema psicomotor no corpo.  Qual o risco de dependência? Moderado. A predisposição em dependência química pode incentivar o cidadão a querer consumir muito, mas geralmente, a dependência é física. Você gosta, você usa. Conheço pessoas que por opção abriram mão por meses e até anos sem nenhum dano físico. A máxima que dizem “paro quando quiser”...

Leia Mais