Golias
nov17

Golias

Parte I – Algo mudou Depois que a peste se instalou na cidade eu abandonei o tempo. Só vejo chuva. Me aprofundei sobre o tema da moléstia planetária e depois abri mão de tudo quanto era modo de informação. Sem televisão, redes sociais, fuxico de corredor ou qualquer tipo de signo que me trouxesse a essa realidade com “olheiras e olhos profundos” que assolava a minha vida. Só quem sussurrava algo do hoje era a dona Jocasta que morava no terceiro andar, tinha 92 anos e era irrepreensível há décadas. Ela gritava uma palavra que me trazia ao contemporâneo e seu peso. Lia Graciliano e fazia o almoço. A chuva se instalou na cidade há dias, havendo variações de intensidade e por duas tardes apareceu a famosa chuva branca amazônica, diziam alguns, que ela realizava pedidos. Sentia a mudança do tempo pela madrugada após o segundo canto, ela se levantava e vestia-se para trabalhar, salvar vidas, eu não me mexia, fingia que estava dormindo, mas estava chorando, pois sabia que qualquer dia desses o telefone iria tocar e eu ouviria a frase “Amor, estou infectada…”. Ter certezas, as vezes, é desnecessário. Tudo seguia essa cinza cena em meu microcosmo, exceto por duas novidades: No terceiro canto do galo percebi que a chuva tinha cessado, e o milho havia terminado. Parte II – A saída Usei todos os protocolos de segurança para sair. Haviam bilhetes espalhados por vários cantos da casa, com prescrições médicas caso fosse tocado pelo mal, profilaxia recomendável, uso dos Epi’s necessários para saída de casa, receita de bolo, poemas coletivos…  Peguei a bicicleta e saí na Monsenhor Coutinho, uma rua silenciosa e quase solitária do centro da cidade, tinha esse nome em homenagem ao padre paraibano que fez muito pela caridade e foi levado a beatificação, espero que tenha sido, também, pelo reconhecimento do trabalho nordestino na construção dessa capital. Muitos morreram de malária e outras doenças tropicais para retirar a seringa e reger os alicerces de Manaus com seus centenários. De volta a rua, provavelmente povoada por cachorros, ratos e prédios entediados por não ver uma novidade trafegando a sua frente, eu aguardava um acolhimento frio e distante como de costume. Dessa vez foi pior, nem o amigo vento estava lá, apenas duas mucuras passaram apressadas na esquina da praça do congresso, indo em direção ao prédio dos correios, alguma urgência telegráfica. -Rss. Parei rapidamente para olhar a praça e lembrar de momentos vividos ali, os festivais, namoros, porres, brigas, as primeiras reuniões para a criação de nossa revista literária, manifestações políticas… Tudo na minha cabeça e não se encaixava mais naquele local que vi....

Leia Mais
Amanhã tem pedalada pelo’Setembro Amarelo’
set28

Amanhã tem pedalada pelo’Setembro Amarelo’

O grupo Pedalando Com Você, Comissão dos Ciclistas do Amazonas e diversos grupos ciclísticos de Manaus e do interior, se reúnem nesta terça-feira (29), no bairro Alvorada para uma pedalada promovendo o ‘Setembro Amarelo’, uma campanha de prevenção ao suicídio e depressão. O passeio ciclístico será entre as ruas do bairro Alvorada, zona centro-oeste da cidade de Manaus, os participantes estarão levando bandeiras e apitos em suas bicicletas para chamar atenção dos moradores ao tema.  Com as bicicletas amarelas, 50 mulheres estarão de frente pedalando para fixar a cor da campanha. Segundo Fernando Barroso, presidente da Comissão dos Ciclistas do Amazonas: ‘A nossa pedalada tem a iniciativa de chamar atenção. É importante cada um ajudar aquela pessoa que precisa do nosso apoio junto com um grande abraço. A gente entende que a bicicleta pode ser muito importante nesse processo de prevenção ao suicídio e depressão, a pessoa se sente livre, cuida da saúde, faz novos amigos, tem novas atividades, novas programações e isso ajuda muito.’ Quem quiser participar do evento, basta entrar em contato pelo número de telefone (92) 99247-1202 via WhatsApp.  A inscrição é feita por um apoio simbólico de dois brinquedos de qualquer valor, o inscrito recebe a senha para participar do sorteio de duas bicicletas, cestas básicas, óculos de sol, lanches e duas cortesias para o Passeio Safári Amazônico Olímpio Carneiro Turismo com almoço incluso, juntamente com saída e retorno pela área da Piscina do Tropical Executive Hotel. A pedalada tem o horário da concentração marcada para às 19h30 e saída 20h na Rua Professora Rosa Gomes (Antiga Avenida F), 126 – Alvorada 1, próximo à Feira Coberta e Loja...

Leia Mais
Hoje tem Bloco do Cauxi Eletrizado
fev24

Hoje tem Bloco do Cauxi Eletrizado

O bloco volta para pista da Assinpa com atrações como DJ Carol Amaral, Bateria da Reino Unido, Wanderley Andrade e Banda Oficial Bloco tradicional na cidade, o Cauxi Eletrizado será um dos destaques da Segundona de Carnaval (24/2), quando volta para a pista da Assinpa (Associação dos Servidores do Inpa – Rua da Lua, Morada do Sol, Aleixo), com atrações como Wanderley Andrade, DJ Carol Amaral e bateria da Reino Unido e a Banda Oficial, formada por músicos da Alaídenegão, Cabocrioulo e Os Tucumanus. Os ingressos estarão à venda na bilheteria por R$ 30. Com o tema Brega Tropical e decoração assinada por Adroaldo Pereira, o evento contará, na estrutura, com área de alimentação, Espaço Kids e a com o lançamento da Estação Cauxi. A festa terá ainda a apresentação do artista Ícaro Pimentas Regionais e Make Express com Rakel Caminha e Érika Guedes. “A Estação Cauxi é a novidade desta edição, um complexo que será o ponto de encontro da noite, preparado especialmente para o público produzir fotos para as redes sociais, retocar a make e descansar durante a festa”, afirma Davi Escobar, um dos fundadores do bloco, vocalista e guitarrista da Alaídenegão. “Cada detalhe foi pensando para proporcionar ao público a melhor experiência, essa conexão desde a primeira edição do bloco faz toda a diferença”. Um dos pontos altos da festa também é o tradicional concurso de fantasias, onde os foliões mais criativos concorrem a prêmios como baldes com cerveja e a melhor fantasia é escolhida pelo público. O vencedor ganhará três baldes com cerveja, o segundo lugar terá direito a dois baldes enquanto o terceiro colocado levará um balde como prêmio. Programação – A DJ Carol Amaral, que estreia no Cauxi Eletrizado, abrirá a festa, às 16h, e também comandará os intervalos entre as bandas, com um set composto de música brasileira. “Gosto muito do bloco, é sempre uma das minhas paradas obrigatórias no Carnaval de Manaus. Estou muito feliz com o convite porque sou fã dos músicos da Alaídenegão, Cabocrioulo e Os Tucumanus e do som que eles fazem, que é muito familiar”, comenta a DJ. “Prometo sets de muita música brasileira e mais surpresas”. Em seguida, será a vez da Bateria da Reino Unido, que, neste ano, está com o enredo “Turismo – O Amazonas de braços abertos para o mundo”, de Reginei Rodrigues, Zilkson Reis e Leonardo Fierro. No repertório da Furiosa, a partir das 18h estarão clássicos do samba amazonense. Às 20h, a Banda Oficial do Bloco assumirá o palco para uma apresentação em formato diferente, serão três horas e meia de frevos, marchinhas e trabalho autoral, que substituirá o show de...

Leia Mais
Bloco da Cobra Grande terá carnaval multicultural neste sábado
fev19

Bloco da Cobra Grande terá carnaval multicultural neste sábado

Marchinhas, axé, repertório autoral e uma alegoria da Cobra Grande vão aquecer o sábado de carnaval na Assinpa. MANAUS – Mito que circula há pelo menos 4 mil anos entre povos indígenas do Amazonas, a Cobra Grande inspirou a novidade do carnaval 2020 em Manaus. A estreia do Bloco da Cobra Grande será dia 22 de fevereiro, sábado de carnaval, na Assinpa (Av. da Lua, s/n – Aleixo), a partir das 16h. Os ingressos estão à venda por R$ 15 (1º lote) no site Sympla, no quiosque Os Barés (Manauara Shopping) e lojas Via Uno (Shopping Amazonas, Manauara, G. Circular e Samaúma). Com a proposta de integrar a cena de música independente ao carnaval, o bloco terá apresentações de Rosivaldo e os Metais de Olinda, Casa de Caba, agenoragostinhoeleo, Antônio Bahia e as DJs Luana Aleixo e Mariah Brandt. Agenor Vasconcelos, músico e produtor explica que o Bloco da Cobra Grande é inspirado no ‘Eu acho é pouco’ de Olinda, com adaptação a uma das lendas amazônicas mais populares. Vasconcelos conta que um boneco da Cobra Grande vai passear pelo público e agitar a festa. “Conheci o ‘Eu acho é pouco’ alguns anos atrás. Ele foi criado na década de 70, com críticas à ditadura e tem como marca um dragão gigante. Segundo o mito da Cobra Grande, os primeiros humanos viajaram dentro do animal e foram “desovados” em cantos estratégicos. Conforme saíam da cobra, fundavam comunidades com muita festa e dança. Juntamos a ideia olindense ao mito amazônico e a Cobra Grande vai passear pelo público. É o começo de uma nova história que já conta com muitos projetos de sucesso. Vai ser uma linda festa!” Atuando há 13 anos no ramo de produção cultural e de eventos, Vasconcelos pontua que toda renda do bloco será destinada aos músicos e a financiamento de projetos culturais futuros, marcando o evento como uma iniciativa de fomento cultural que vai além do carnaval. Bloco da Cobra Grande – Assinpa “O carnaval é também lugar de fortalecer a autonomia dos artistas, e isso é uma característica essencial do nosso bloco: feito por músicos e produtores independentes. A Assinpa já é a casa do nosso carnaval e receberá também o ‘Bloco do Eu Sozinho’ no dia seguinte ao nosso bloco, assim fomos juntando forças. Além de garantir a folia ativando elementos da cultura amazônica, eventos como esse são fundamentais para gerar emprego e renda, contribuindo para a economia da cidade” Atrações Agenoragostinhoeleo O Bloco é comandado pelo trio Agenoragostinhoeleo, projeto formado em outubro do ano passado pelos músicos Agenor Vasconcelos, Agostinho Guerreiro e Leonardo Moraes. Com três meses de formação o trio já...

Leia Mais
Domingão com a Feira do Hip-Hop Manaus
mar30

Domingão com a Feira do Hip-Hop Manaus

Neste domingo tem a Primeira Feira do Hip Hop de Manaus, a partir das 10h, no Complexo Turístico da Ponta Negra bem ao lado da Pista de Skate. O evento vai reunir todos os elementos que compõem o Hip Hop e leva força à comunidade no combate a violência. O idealizador do evento e responsável pelo projeto Opção Sonora, é o Márcio Cruz, o DJ e MC Fino, veterano na militância do conhecimento o anfitrião convida todos os artistas e amantes do Hip-Hop para comparecer e fortalecer a iniciativa. “A feira é uma proposta de união de quem está fomentando a arte em cada um dos elementos e também para sensibilizar a importância na formação de opinião da sociedade quanto a violência urbana”, acrescentou. A programação vai até às 19h e conta com os principais grupos de Rap, batalha de MC’s, grupos de dança, grafitti e sorteio de brindes das marcas apoiadoras. A próxima edição da feira será no final de Abril, no Parque dos...

Leia Mais
APOTEOSE ROCK FESTIVAL: O que você precisa saber
nov04

APOTEOSE ROCK FESTIVAL: O que você precisa saber

Acabou a espera! Chegou o grande dia do Apoteose Rock Festival. Se você não quer perder essa festa que promete marcar a história da noite manauara confere o passo a passo para dar tudo certo na sua night. Localização Difícil é conseguir a carona, papai! Se já conseguiu, relaxa. O endereço do Apoteose Eventos é rua Matamata, um casarão de número 641, bairro Santa Etelvina.Ficou perdido, se acha pela rua Paxiúba que cruza e facilita.  2. Horários A casa vai abrir os portões a partir às 16h30, os shows terão início às 17h. Cada banda terá cerca de 45 minutos para apresentar o suprassumo do seu show.  Uma festa dessa não tem hora pra acabar, mas a expectativa é lá pelas 5h da manhã. Fica tranquilo pra quem for voltar de busão ou quiser fugir de blitze. 3. Conexão Norte No melhor estilo da representatividade, o APOTEOSE ROCK FESTIVAL reúne vertentes e representantes de várias partes do Norte como Roraima e Pará. Ao todo serão 10 bandas, 07 bandas locais e 04 convidadas. Top né? 4. Setup Sem mais delongas, declaramos a ordem das bandas para você conferir tudo com democracia. 17h – Vitrola Atômica 18h – Nematóides 18h50 – Dead Live 19h40 – Gear (PA) 20h30 – Zona Tribal 21h20 – Nicotines 22h10 – Black Revolt (RR) 23h – Lady Violetta (PA) 23h50 – Numbness 00h40 – Savana (PA) 01h30 – Brutal Exuberância 5. Drinks e laricas  Ninguém quer extrapolar no fim de semana né? O evento terá barracas de bebidas, cervejas,  refrigerante, geladinhos para ninguém ficar com sede. E se a fome bater, também tem larica garantida. 6. Tattoo Club O Tattoo Clube Manaus estará presente no evento, além de sorteio de tatugens, a equipe também vai esclarecer dúvidas e informações sobre o universo da tatuagem. 7. Ingressos O valor dos ingressos por pessoa é R$10, disponíveis na bilheteria do evento. 8. Banheiros Como a foto acima apresenta, o local é grande e espaçoso, possui banheiros exclusivos para homens e mulheres, com pia e espelhos pra ninguém deixar resquícios de nada no rosto. 9. Piscina  Calor amazônico sempre pede um banho, tome cuidado com  a mistura, levar uma roupa extra ou uma toalha será util. 10. A Volta Certifique que está ok pra voltar para casa, a sua segurança e de seus amigos é de extrema importancia. Mesmo que você seja vizinho do local do evento é sempre importante manter a atenção na estrada. Pedir carona nunca é vergonha e oferecer menos ainda. Seja solidário mas não seja otário, fique esperto (a)! Fácil né? Se você tem algo a acrescentar nesta lista, entre em contato pelo e-mail...

Leia Mais