Pratos amazônicos vão para Semana de Gastronomia Regional no RJ
ago21

Pratos amazônicos vão para Semana de Gastronomia Regional no RJ

Salpicão de pirarucu seco, arroz com jambu,  filé de dourado com molho escabeche, cheescake de cupuaçu e outras delícias amazônicas serão apresentadas na Semana de Gastronomia Regional, no Rio de Janeiro (RJ). O evento ocorrerá nesta quarta (22) e na quinta-feira (23), no Restaurante Escola Downtown, situado no centro da cidade. Essa é a terceira vez que o Senac Amazonas participa da programação. Segundo a gerente do Centro de Turismo e Hospitalidade do (CTH) Senac AM, Alessandra Ramos, apesar das participações no Rio de Janeiro (2016) e em Brasília (2017), a expectativa para edição deste ano está cada vez maior. “Estamos nos preparando para levar um show de culinária e na expectativa pra que tudo dê certo. Já escolhemos os pratos, fizemos a degustação, preparamos toda a apresentação, inclusive com elementos típicos da região”, disse. As delícias serão preparadas pelo chef da cozinha do Restaurante Escola do Senac AM, Naifon Silva, que contará com auxílio do ex-aluno do curso técnico de cozinha do AM e ex-aluno do Jovens Talentos, João Lucas Santos e, coordenação do professor Curso Técnico de Gastronomia, Michel Brito. Cardápios O cardápio do primeiro dia será composto da seguinte forma: Entradas; pastel de forno ou crepioca (tucumã e queijo coalho), caldinho de tucupi temperado com camarão. Guarnições; salpicão de pirarucu seco, arroz com jambu e pimentões coloridos, pirão escaldado de peixe (pirarucu) e farofa crocante de suruí picante. Pratos principais; filé de dourado com molho escabeche, filé de aruanã recheado com queijo coalho com crosta de castanha do brasil e molho de manteiga e ervas amazônicas. Sobremesas; cheescake de cupuaçu e torta de banana pacovã na massa briseé. Já no segundo dia, o cardápio será: Entradas; palito de pirarucu crocante envolto na tapioca com geleia de cupuaçu e pimenta e caldo de cará roxo com pirarucu seco. Guarnições; baião amazonense, salada grega amazônica e farofa crocante de Uarini com ervas amazônicas. Pratos principais; matrinxã sem espinha assada e recheada com vinagrete e tapioca e medalhão de pirarucu com banana e molho tucupi. Sobremesa; pudim de açaí com pralinê de tapioca e pavê de graviola com cacau em pó.   Aula show  Na primeira noite do evento está prevista uma aula show para cerca de 30 pessoas. O momento de aprendizagem busca valorizar bem como divulgar a culinária amazonense. A receita que será ensinada pela equipe do Senac AM é o Yakissoba do Índio, culinária esta que foi destaque na Feira Internacional da Gastronomia Amazônica...

Leia Mais
Almoço balada: Pacovan mistura música e culinária vegana
dez21

Almoço balada: Pacovan mistura música e culinária vegana

Vocês sabem como o negócio funciona aqui. A gente não sabe brincar. Resolvemos misturar dessa vez gastronomia vegana amazônica e sonoridades. Sabe onde isso vai parar? Num sábado delicioso com almoço, piscina liberada, diversão e encontros no dia 23 de dezembro, lá no Vila Vagalume. Para quem gosta badalar, não esqueça o protetor solar e a roupa de banho. Porque afinal de contas, a gente merece um mergulho num calor desse. Ingressos na bilheteria, naquele velho esquema: chegou, adquiriu ingresso a $10, entrou na festa, que vai até das 22h com Halley Santiago, Luana Aleixo, Uýra Sodoma, Naty Veiga e Pedro Cacheado. E para brindar esse retorno da Pacovan, a gente preparou uma diversão completa. Chegue cedo a partir das 11h e venha almoçar conosco. Cardápio vegano amazônico especial com Feijoada Vegana, Pacovan à Casaca, Vatapá Vegano, Rocambole de Batata com Tomate e Manjericão, Arroz 7 grãos com Brócolis, Farofa com Castanha, Tucupi com jambú, Salada com folhas com frutas brasileiras e molho de mostarda, Salada de legumes grelhados e para finalizar sobremesas Taperebá caramelizado, Creme de tapioca com doce de cupuaçu. Os cozinheiros serão Felipe Fernandes e Paulo Trindade. Atendimento será self-service no valor de $25 por pessoa com ingressos incluso. Aproveite e faça reserva pelo whastapp (92) 99407-5149. Começou a contagem regressiva. SERVIÇO Pacovan: Gastronomia vegana amazônica + música 23 de dezembro de 2017 11h às 22h Villa Vagalume 80 Av. Fernão Dias Paes, 80. Dom Pedro Ingresso - Balada $10,00 (11h às 22h) Ingresso - Almoço + Balada por pessoa $25,00 (11h às 15h) Reservas: (92)...

Leia Mais
Feira Internacional da Gastronomia Amazônica
set09

Feira Internacional da Gastronomia Amazônica

Feira Gastronômica com aulas show de Chefs locais e internacionais mostrando o preparo de pratos com técnicas de alta gastronomia utilizando ingredientes amazônicos. Dias 18 e 19 de Novembro, no Centro de Convenções do Amazonas – Vasco Vasques, na avenida Constantino Nery, ao lado da Arena da Amazônia. Amantes e profissionais da gastronomia reunidos para conhecer um pouco de como a gastronomia está evoluindo e em que contexto a culinária amazônica pode ser inserida neste cenário. Serão também abordados temas relacionados a gestão, atendimento e questões tributárias dos restaurantes. A FIGA terá expositores de todos os segmentos que fazem parte da cadeia de abastecimento e prestação de serviço dos restaurantes, além da presença de escolas e faculdades de gastronomia. Dentro da FIGA ocorrerá também o 24o Encontro Nacional da Abrasel, aonde presidentes das Associações de Bares e Restaurantes de todo o Brasil estarão em Manaus para conhecer a nossa gastronomia e discutir sobre as políticas públicas e as melhorias do setor e o Encontro de Negócios do Pescado Amazônico reunindo grandes produtores de pescado da região norte em um só local para palestras, trocas de experiências e fazer negócio diretamente com os restaurantes. O evento também é voltado para donos de restaurantes e futuros empresários participarão de rodadas de negócio com fornecedores interessados. As apresentações serão abertas para o público em geral, que poderá visitar a feira gastronômica do festival bar em bar além de assistir as palestras (gratuitas com a distribuição de senha 30 minutos antes do início). Programação técnica (sujeito a alterações): Dia 18/11 (quarta-feira) 15h às 16h - Palestra Show Isabella Jarocky - Atendimento e Vendas 16h às 18h - Palestra Show Mário Miranda - Choque de Gestão para bares e restaurantes 18h às 19h - Aula Show - Maria do Céu 19h às 20h - Aula Show - Felipe Schaedler 20h às 21h - Aula Show - Chef Internacional: Peru - Palmiro Ocampo - Professor de Cozinha de Vanguarda do Le Cordon Bleu de Lima. (foto) 21 às 22h - Talk Show - A Febre Food Truck Dia 19/11 (quinta-feira) 15h às 16h - Palestra Show - Luciano Bartolomeu - Associativismo 16h às 17h - Palestra Show - Juiz Dr. Aldemiro Dantas - Questões trabalhistas 17h às 18h - Case de Sucesso: Gestão: Meu negócio pra a vida toda - (3 empresários: Raul Andrade/ Lilian Guedes/ André Parente) 18h às 19h - Aula Show - Elisângela Valle 19h às 20h - Aula Show - Dr. Valdely Ferreira Kinupp (Plantas Alimentícias Não Convencionais) 20h às 21h - Aula Show - Chef Internacional: Pere Palaguma - Espanha - Professor de Cozinha Criativa em Girona e de Ciência e...

Leia Mais
Faça Você Mesmo: Pipoca de Leite Ninho
ago15

Faça Você Mesmo: Pipoca de Leite Ninho

->  Ingredientes: 1/2 xícara de óleo; 1 xícara de milho de pipoca; 1 xícara de água; 1 xícara de açúcar; 1 xícara de leite ninho.   -> Modo de Preparo: Em uma panela com fogo alto, despeje o óleo, o milho, a água e o açúcar. Mexa bem a mistura, para evitar que queime. Quando a pipoca começar a estourar, abaixe o fogo. Ela deve ficar com consistência caramelizada. Em um outro recipiente, coloque o Leite Ninho e misture com a pipoca, ainda quente e delicie-se!   No página do Facebook da blogger Adriele Lagustera, encontramos o passo-a-passo em vídeo, para ilustrar a receita: https://www.facebook.com/1374624439531859/videos/vb.1374624439531859/1423828497944786/?type=2&theater...

Leia Mais
Macarrão do Bob Marley
fev14

Macarrão do Bob Marley

Pra comemorar o aniversário de 70 anos do Bob Marley resolvemos fazer um macarrão que com certeza todos os amantes dessa lenda do Reggae e até mesmo os não amantes ficarão super satisfeitos ao se deliciar dessa maravilha comestível. Ingredientes: 1 Pacote de Macarrão do tipo Ninho 5 latas de molho de tomate 1 ou 2 copos de requeijão da sua preferência 250g de presunto fatiado ou picado 300g de queijo muçarela Orégano a gosto Em uma assadeira teflon ou uma travessa de vidro coloque os ninhos todos pareados e ainda crus; Coloque uma colher de requeijão cremoso no centro de cada ninho a seu gosto ( Nós como adoramos gordices colocamos metade requeijão branco e outra metade Cheddar)   Coloque o molho de tomate pelos espaços entre os ninhos até quase a cobri-los. Obs. Se o molho de tomate for muito concentrado e ficar muito grosso a dica é adicionar um pouquinho de caldo em tablete dissolvido em água, pois ajuda a cozinhar o macarrão e ainda dá um gostinho bom. Após isso é só cobri-los com uma camada generosa de presunto da sua preferência e outra camada de queijo forrando toda a superfície da assadeira e acrescentar orégano ao seu gosto. Pronto pode levar ao forno médio por 40 minutos e o resultado é simplesmente maravilhoso e acredito que todos irão adorar. A receita serve 7 pessoas que comem bem mas pode ser ajustada conforme o recipiente usado. Feliz Aniversário Bob!   Fez? Experimentou?Gostou? Conta pra gente! Camila Paula e Vitor Paiva (Equipe Xibé)  ...

Leia Mais
Não é frito, não é assado e nem é cru. É ceviche!
fev02

Não é frito, não é assado e nem é cru. É ceviche!

A interpretação de pratos típicos por imigrantes de várias partes do globo aliada à meticulosa apresentação da culinária francesa fez dos pratos peruanos um grande destaque na cena gastronômica internacional. Sempre bem condimentada, por vezes utilizando-se de ingredientes da terra como no saboroso tacu-tacu, uma espécie de mistura de arroz com feijão, e em alguns casos explorando ao máximo os elementos do mar, como o pescado e os mariscos no tradicional Ceviche, a gastronomia peruana conquistou muitos admiradores. Sua ascensão se deve em grande parte aos elaborados pratos do renomado chef peruano Gastón Acurio, que levou a magia da cozinha peruana aos olhos e bocas de críticos internacionais. O Ceviche é um prato composto basicamente de peixe, cebola roxa, bastante limão, ají (pimenta típica peruana) e coentro, acompanhado com camote (tubérculo típico da região andina de coloração alaranjada e sabor adocicado, que ajuda a neutralizar o ardor da pimenta), milho e alface. Devido a sua composição rica em ingredientes frescos e com propriedades medicinais comprovadas ,como o limão, o coentro e a pimenta, há quem diga que seu consumo é um excelente meio de curar a mais braba das ressacas, estando enquadrado no grupo das “comidas que curam”. Diferente do sashimi japonês, o peixe do ceviche não se come cru. Seu método de cozimento não utiliza calor como as frituras ou os assados. Curiosamente, o ceviche cozinha por ação do limão. É isso mesmo, 15 minutinhos imersos no suco do limão e pronto, o peixe fica branquinho, cozido e com sabor inigualável. Apresento abaixo uma receita adaptada para a maior parte da região amazônica, que não dispõe com facilidade dos mesmos ingredientes utilizados em um tradicional ceviche “limeño”. Para tanto será utilizada a pimenta murupi, bastante aromática e de incrível sabor, peixes regionais de rios amazônicos e a batata doce.  CEVICHE AMAZÔNICO: Ingredientes ceviche: 750 g de filé de tucunaré ou pirarucu sem pele e sem espinhas, cortado em cubos Sal e pimenta do reino – quanto quiser 200 g de lula cortada em aros 300 g de camarão fresco 3 dentes de alho moídos Sumo de 20 limões 3 pimentas murupi sem veias e sem sementes, bem picadinhas ¾ de xícara de coentro picado 2 cebolas roxas cortadas fininhas, em meias luas   Ingredientes guarnição: Duas batatas doces cozidas, em rodelas 3 milhos cozidos, removida a espiga 4 folhas de alface Decoração: Folhas de coentro   PREPARO: Ponha os cubos de peixe em uma tigela, pires ou refratário grande e reserve na geladeira. Em uma panela com água fervente e sal, cozinhe por 7 minutos a lula e o camarão, escorra a água, ponha-os em água fria para...

Leia Mais