A Gastronomia Ancestral Amazônica em São Gabriel da Cachoeira [parte 2]

O tempo nublado acalmou o Sol, vejo no horizonte a selva em camadas de tons verde, pássaros cruzam o rio em vôos rasantes a espreita de sua próxima alimentação, enquanto ribeirinhos pescam também a procura de sua alimentação, sincronizados e voltados para a Gastronomia todos se conectam através do comensalismo, da cultura em alimentar-se em grupos, em produzir o seu próprio alimento através de suas técnicas ancestrais assim como o sabor da iguaria que emana da panela para a refeição no barco expresso e logo será servida pela equipe de serviços que como uma boa brigada realiza o mise en place com qualidade e padronização, sinônimos estes que seriam agregados a outros pelo real motivo de minha viagem a São Gabriel da Cachoeira, distante 856 km ou 532 milhas ou ainda 462 milhas náuticas de Manaus, onde se encontram além da paisagem “a Bela Adormecida”, as comunidades indígenas Puranga Pesika e Añunti Atiati Mhüsã, a Ilha do Sol e há também o nosso contratante, representado pelo Exercito Brasileiro.

E no período de 25 a 29 de março, os militares do Setor de Aprovisionamento da 2ª Brigada de Infantaria de Selva, do Hotel de Trânsito de Oficiais e do Hotel de Trânsito de Subtenentes e Sargentos, realizaram o estágio de "Cozinha Regional e Segurança Alimentar"  e o estágio de  "Tipologia de Serviço – Garçom Básico” e “Atendimento e Camareiro".

O estágio de “Cozinha Regional e Segurança Alimentar”, que teve por objetivo aumentar o nível de excelência do serviço apresentado pelos militares do Setor de Aprovisionamento, foi ministrado pelo Chef. Marco André Gomes de Souzatendo como últimos investimentos Pós Graduação em Gestão Gastronômica, Pós Graduação em Segurança Alimentar, Empretec e o estágio no qual foi ensinado as técnicas de cozinha industrial, as boas práticas de alimentos, as técnicas de comidas regionais brasileira, e o peixe assado na brasa. O estágio tem a chancela da ABRASEL – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes e com isso entregamos aos participantes o Selo de Peixe na Brasa do Amazonas.

Já o estágio de “Tipologia de Serviço – Garçom Básico” e o “Atendimento e Camareiro” foi ministrado pelo Chef. Rômulo de Araújo Moreira, tendo também como últimos investimentos Tecnologia Superior em Gastronomia pelo Centro Universitário Fametro e apresentou aos militares do Hotel de Trânsito de Oficiais e Hotel de Trânsito dos Subtenentes e Sargentos da Guarnição de São Gabriel da Cachoeira as normas técnicas de Camareiro Hoteleiro e as suas atribuições, assim como a Palestra realizada no auditório sobre Hospitalidade e Hotelaria, enquanto que no Cassino (refeitório, rancho) ministrou o estágio em “Tipologia de Serviços – Garçom Básico” com a programação elaborada na rotina da manhã com aulas teóricas e à tarde com as aulas práticas, juntamente com a brigada de salão da 2ª Brigada de Infantaria de Selva, militares do BIS e da Engenharia.

O primeiro dia dentro dos processos da brigada foi para conhecimento e ambientação básica com a produção, operação, equipamentos e processos. Todos, sem exceção, ficaram ansiosos por perceberem que com novas técnicas tudo poderia ficar mais dinâmico e com uma funcionalidade e qualidade superior ao que eles estavam acostumados. No segundo dia, as 07:00 da manhã começamos o preparo do almoço para cerca de 500 pessoas,  frango no molho de limão com gengibre, assado no forno, pois assim poderíamos fazer os 200 Kg de frango sem precisar de várias fritadeiras o que tornaria o processo mais rápido e com menos utilização do trabalho humano.

No dia seguinte preparamos o tucunaré recheado e assado na brasa com arroz amazônico: jambu, tucumã, tucupi, castanha do Brasil e cenoura, prato este que foi degustado pelo General e o Estado Maior da Brigada, além dos militares do Cassino e soldados da cozinha. Ao quarto dia para o prato especial realizamos um escondidinho de macaxeira com pirarucu defumado, um sabor suave e que eles perceberam como é fácil a cocção e preparo de propostas gastronômicas regionais sublimes.

Continua..

*Colaborou com este texto Sgto. Higor da Comunicação do Exército Brasileiro. 

Author: Rômulo Moreira

Share This Post On
468 ad