A morte da cultura ou a cultura da morte?
ago12

A morte da cultura ou a cultura da morte?

Cultura não é importante, para que criar uma Universidade com cursos de artes, deviam pegar esse dinheiro e investir em saúde, segurança e nas escolas, cultura não é importante, cancelem todos os festivais, inclusive o de PARINTINS e peguem o dinheiro e invistam em saúde e segurança e infra-estrutura, alias, podem extinguir a secretaria de estado de cultura, e abandonem o Teatro Amazonas, afinal cultura não é importante, não criem editais para sustentar vagabundos, saúde é mais importante, fechem todas as companhias de teatro, despeçam todos os dançarinos, mandem os músicos para casa, pra que FECANI que revela grandes nomes da música amazonense? Pra que Ciranda de Manacapuru, Festival de Cinema, Opera nas terras barés. Pra que festival de teatro onde grandes atores da terra colocam seu suor e sonho? Pra quê festival de jazz, de dança, de música? Fechem tudo. Queimem os quadros desses artistas, queimem os livros desses escritores, proíbam os filmes desses cineastas, calem esses cantores, cassem os diplomas desses malandros que se formaram, mandem todos irem trabalhar de verdade, fechem os liceus, fechem, fechem, Cultura não é importante. Cultura é só uma festa com um bando de drogados. Platão dizia que a poesia, a música o teatro e a dança (naquela época não tinha cinema) exercem uma influência muito grande sobre o nosso estado de ânimo e que afetam positivamente o comportamento moral e social dos homens, e negativamente na ausência desses, sem cultura o homem ficará doente e não haverá hospitais para trazer o animo do homem de volta. O Jose Melo vai ser governador por 4 anos, eu pretendo ser artista a vida toda e lamento muito que um chefe de estado faça um discurso vazio com essa visão pequena em pleno século...

Leia Mais