Jeferson Mariano é atração do SESC Canção da Mata
out15

Jeferson Mariano é atração do SESC Canção da Mata

O músico e compositor Jeferson Mariano sobe ao palco do Teatro Amazonas, nesta terça-feira, dia 15 de Outubro, a partir das 20h, pelo projeto SESC "Canção da Mata", para lançar duas faixas inéditas do seu novo EP "Sem filtro", que são, respectivamente, a canção que dá nome ao Ep "Sem Filtro" e "Caboquinha". Saiba um pouco sobre a história dessas duas canções. "Sem Filtro" - traz uma reflexão sobre ser verdadeiro, sobretudo consigo mesmo, sobre ser autêntico, sobre não se distanciar da nossa essência e dar o devido valor ao que somos, “sem máscara, de cara lavada” "Caboquinha:"- é uma homenagem, uma ode ao belo. Faz uma costura metafórica entre a beleza natural das mulheres da nossa terra e às belezas naturais da própria terra que já foi A “Paris dos Trópicos”,  mas que o compositor prefere chamar de “Lugar da Barra”. O cantor, em entrevista, conta que está ansioso para o show desta terça e que se sente muito grato ao SESC pela oportunidade de mostrar o seu trabalho, desta vez, em carreira solo, e no palco do  majestoso Teatro Amazonas: "Minha vida está um turbilhão de emoções, me sinto muito feliz, grato, ansioso, nervoso, confiante, enfim... à flor da pele! Tudo isso porque será minha primeira vez no palco do Teatro Amazonas como protagonista, frontman, todas as outras vezes estive acompanhando algum artista, mas agora não, eu estarei na linha de frente, e isso apesar de aumentar a minha responsabilidade, também me faz sentir uma alegria imensa..." Jeferson também comenta sobre a importância de participar de um projeto como o Canção da Mata e quais são as suas expectativas para a mostra e o show desta terça:  "Estou muito contente em participar do Canção da Mata, principalmente, porque essa minha apresentação de terça será o marco inicial de um novo ciclo na minha vida artística. Agradeço ao SESC pela oportunidade além de enaltecer e reafirmar a importância deste projeto para a manutenção e promoção da produção musical do nosso Estado." O SESC Canção da Mata tem por objetivo de  estimular a produção musical regional contemplando grupos, bandas e solistas, reforçando o compromisso com expressão cultural da região, promoção da música amazonense, além de projetar artistas locais, apresentações de músicas autorais, podendo ser canção, instrumental, erudito ou popular. Além da apresentação de terça feira, Jeferson também está trabalhando na produção de um show completo que será o  lançamento oficial do EP pela extensão do  projeto "Canção da Mata" que será realizado no dia 30/12 às 12h00 no Hall da Unidade do SESC que fica localizada na rua Henrique Martins, em frente a livraria Lira, no centro da cidade....

Leia Mais
Festival de Blues e Jazz hoje no Anfiteatro da Ponta Negra
set21

Festival de Blues e Jazz hoje no Anfiteatro da Ponta Negra

O complexo turístico Parque Ponta Negra recebe, nesta sábado, 21 de Setembro. a partir das 15h, o Festival BB Seguros de Blues e Jazz que está em sua quinta edição mas primeira realização nas cidades de Manaus e Goiânia neste ano de 2019. Com entrada franca, o evento conta com show clássico do Bluesman da geração de ouro Lil Jimmy Reed, apresentação do guitarrista Pepeu Gomes, além de outras atrações. A programação é diversa, mescla blues e jazz e conta com Line Up caprichada e participação de "prata da casa", o contrabaixista e produtor musical Miquéias Pinheiro que desde que recebeu a ligação da equipe de produção do Festival para participar se apresentando no palco principal, ficou muito emocionado. "Eu fiquei super feliz com o convite e com o respeito com o meu trabalho, confesso que demorou um um pouco pra cair a ficha, e quando isso aconteceu e eu me dei conta da magnitude do Festival e da importância dele para a minha carreira, até porque eu tive a felicidade de ser o único artista local a participar e tocar no mesmo palco com grandes nomes da música instrumental como o Hermeto e o Pepeu gomes, ah, aí eu me emocionei demais." Além de atividades para as crianças e ações de sustentabilidade, entre elas a coleta e correta destinação de resíduos recicláveis e não recicláveis. Sobre os detalhes da sua apresentação, ele adianta: "Vai ser um show de cinquenta minutos, estamos preparando um repertório super especial escolhido com muito carinho, vamos tocar três músicas do meu último disco, são elas (Groove do Beira, Juruá e Vestido Longo), Cantaloup Island de Herbie Hancock, um pouco de jazz contemporâneo, música brasileira e o nosso beiradão que não pode faltar. ah, um ponto bem legal do show também vai ser uma homenagem que irei fazer ao mestre Arthur Maia que nos deixou ano passado, vamos tocar a música do Jamil Joanes chamada "De Ombro" música que o Arthur adorava tocar. A expectativa é a melhor possível assim como a responsabilidade enorme de fazer um ótimo trabalho. Tenho certeza que vou me divertir muito fazendo esse Som." Miquéias é natural de Manaus / AM, baixista e produtor musical e iniciou seus estudos na música ainda quando criança, aos dez anos de idade, e ainda com quatorze, ele descobriu sua grande afinidade com o contra Baixo elétrico, que se tornou desde então, o seu instrumento oficial de trabalho. Em 2002 Tornou-se aluno de contrabaixo elétrico e acústico no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro. E desde 2004. Atua e grava profissionalmente com Diversos instrumentistas, em 2012 já se apresentou na cidade de...

Leia Mais
Karine Aguiar lança “Organic” no Teatro Amazonas
nov24

Karine Aguiar lança “Organic” no Teatro Amazonas

Após quatro anos promovendo seu primeiro disco “Arraial do Mundo” em países da Europa, nos Estados Unidos e no Brasil, a cantora amazonense Karine Aguiar apresenta seu mais novo projeto: Organic. A produção e direção musical são assinadas pelo jazzista norte-americano Matthew Parrish, que em mais de 20 anos de carreira, atua ao lado de alguns dos maiores nomes do cenário jazzístico internacional (Dee Dee Bridgewater, Regina Carter, Paquito D’Rivera, Wynton Marsalis, Vana Gierig, entre outros) seja em gravações, seja em concertos realizados nos mais importantes clubes e festivais de jazz do mundo. Em Organic, Karine traz uma interpretação apaixonada e sensível sob a direção de Parrish, em um repertório de 12 faixas de autoria de compositores da Amazônia, da França, Estados Unidos e de diversas partes deste imenso Brasil, o que proporciona ao ouvinte uma sonoridade plural, vibrante e cosmopolita. Os arranjos jazzísticos concebidos por Parrish para este projeto lançam um olhar globalizado, especialmente às tradições musicais amazônicas com o Lundu Marajoara, a toada de boi-bumbá de Parintins e o Marabaixo, bem como, à latinidade presente na música brasileira. O projeto também conta com a participação de grandes representantes da nossa música como o compositor Guinga, na faixa inédita “Chapliniana”, de sua autoria; e do pianista Fábio Torres, membro do Trio Corrente, premiado com dois Grammys em 2014. Gravado em Julho de 2016 nos estúdios da antiga gravadora Trama, e finalizado no mês de agosto nos estúdios Arsis (ambos em São Paulo), destaca-se também o primoroso trabalho de captação de áudio de Adonias Jr, que procurou proporcionar ao ouvinte a sensação de estar dentro do estúdio com os músicos em cada uma das faixas, justificando um estilo mais natural, “ao vivo” e “orgânico” para os timbres utilizados tanto nos instrumentos quanto na voz de Karine. Nesta quarta-feira 23/11 "Organic" estreou em grande estilo na Europa, com duas músicas tocadas na Rádio Nacional Espanhola, no programa de Carlos Galilea, um dos maiores especialistas do mundo em música brasileira. O lançamento deste novo CD acontecerá no dia 30 de Novembro, (quarta-feira), às 20:00 no Teatro Amazonas e contará com a participação internacional do percussionista Vinícius Barros, que esteve recentemente em turnê pelos Estados Unidos com grandes nomes do Jazz. Para os músicos e artistas de Manaus, será oferecido no dia 29/11 no Conservatório de Música do Amazonas, um workshop gratuito com Vinícius Barros. Os ingressos para o show estão à venda bilheteria do Teatro a 20 reais. Estudantes pagam meia. O projeto tem patrocínio de Prefeitura de Manaus (Edital Conexões Culturais 2015), Conservatório de Música do Amazonas, Loppiano Pizzaria, Movo Card e Contemporânea Instrumentos Musicais. Realização: Secretaria de Cultura do...

Leia Mais
O poeta da floresta e o filho passarinho: Thiago de Mello e seu filho encontram-se no palco do Teatro Amazonas para celebrar a música e a poesia
ago11

O poeta da floresta e o filho passarinho: Thiago de Mello e seu filho encontram-se no palco do Teatro Amazonas para celebrar a música e a poesia

  O compositor carioca Thiago Thiago de Mello apresenta pela primeira vez em Manaus no palco do Teatro Amazonas, o show "Amazônia Subterrânea", inteiramente dedicado às suas raízes Amazônicas. O espetáculo (já visto no Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Nova Iorque). Mostra suas parcerias com músicos da nova cena carioca MPB, como Edu Kneipp, Frederico Demarca (Pietá) e Thiago Amud, além de canções feitas em parceria com o seu pai, o poeta Thiago de Mello, que será homenageado e fará participação especial no show, celebrando junto ao público seus 90 anos de vida e poesia. No show também serão lembradas canções  ­­­­­do compositor Manduka (1952-2004), filho do poeta, irmão mais velho de Thiago Thiago e um dos tesouros mais bem escondido da música popular brasileira. Apresentando um olhar contemporâneo sobre a tradição, Thiago Thiago de Mello é um dos compositores de destaque na nova cena de MPB do Rio de Janeiro. Já gravado e cantado por nomes como banda Pietà, Luiza Borges, Pedro Sá Moraes, André Muato, Marília Schanuel, Andreia Mota, entre outros, o compositor desenvolve uma mistura de Brasil amazônico, MPB e free-jazz que vem chamando a atenção do público e da crítica. Segundo o produtor Tim Wilkins, da WBGO, (talvez a mais importante estação de rádio dedicada ao jazz nos Estados Unidos) Thiago Thiago de Mello "combina ricas tradições literárias do Brasil e ritmos de inspiração africana, como samba, forró e pagode, com jazz, rock e música eletrônica". A família paterna de Thiago - os Thiago de Mello, de Barreirinha, no interior do Amazonas - tem a música como tradição. Se seu bisavô e seu avô foram compositores bissextos, seu pai (o poeta Thiago de Mello, parceiro de Pixinguinha, Monsueto e Ary Barroso), seu tio (Gaudêncio Thiago de Mello, 3 vezes indicado ao Prêmio Grammy) e seu irmão (Manduka, parceiro de Geraldo Vandré, Dominguinhos, Abel Silva, entre outros, um verdadeiro tesouro escondido da MPB) zeram da vocação uma profissão. Nos últimos anos, Thiago Thiago - Doutor em Ciências Sociais e um dos roteiristas/apresentadores do Rádio Chama (que vai ao ar toda sexta-feira na Rádio Roquete Pinto, no Rio) - mergulhou fundo na poética e no imaginário da Amazônia, onde ele morou na infância e para onde viaja todos os anos extraindo de lá mitos, sonhos, histórias, lendas, devaneios e sonoridades que o ajudaram a compor de- zenas de músicas sobre o tema. Para quem se interessa pela Amazônia e pelos hibridismos modernos, a música de Thiago Thiago de Mello - um carioca com alma de pajé - é como um rio que alaga e tudo transforma. Com ele estão conjugados os seres da mata e as sonoridades...

Leia Mais
Educação integral é pauta do Cine Cefa em Manaus
abr06

Educação integral é pauta do Cine Cefa em Manaus

O Coletivo  Escola Família no Amazonas (CEFA) promove o primeiro  Cine-Cefa a ser realizado no dia 07/04, às 18h, no auditório das Aldeias Infantis S.O.S . O evento é uma realização do Coletivo Escola Família do Amazonas, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, para comemorar o 1o ano de vida do coletivo. O Cine-Cefa acontecerá uma vez por mês e nesta estreia o evento conta com a presença da Profa. Maria do Pilar Lacerda, ex-Secretária de Educação Básica do MEC e Diretora da Fundação SM. Pra estimular o debate elaboramos uma copilação de vários filmes sobre educação democrática/integral. Como espera-se  contar também com a participação de muitos pais e professores, haverá uma sessão paralela só para as crianças, o Cine-Cefinha. O CINE-CEFA acontecerá no auditório Aldeias Infantis SOS do Amazonas localizado na rua Professora Cacilda Pedroso- Número 600- Esquina avenida Raimundo Parente- Dom Pedro- Manaus. Horário: A partir das 18h Entrada Gratuita! Sobre a convidada: PILAR LACERDA Pilar Lacerda é graduada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais.Especializada em Gestão de sistemas Educacionais/PUC-MG. Professora de História em escolas privadas e públicas de 1976 a 2001.Diretora do Centro de formação de Professores da Prefeitura da Cidade de Belo Horizonte.Secretária municipal de Educação da cidade de Belo Horizonte – 2002 a 2007.Presidente Nacional da União Nacional dos Dirigentes municipais de educação 2005 a 2007.Secretária Nacional de Educação Básica do Ministério da Educação – 2007 a 2012 e Diretora da Fundação SM/Brasil - Atualmente. Para saber mais sobre o CEFA clique...

Leia Mais