Domingão com a Feira do Hip-Hop Manaus
mar30

Domingão com a Feira do Hip-Hop Manaus

Neste domingo tem a Primeira Feira do Hip Hop de Manaus, a partir das 10h, no Complexo Turístico da Ponta Negra bem ao lado da Pista de Skate. O evento vai reunir todos os elementos que compõem o Hip Hop e leva força à comunidade no combate a violência. O idealizador do evento e responsável pelo projeto Opção Sonora, é o Márcio Cruz, o DJ e MC Fino, veterano na militância do conhecimento o anfitrião convida todos os artistas e amantes do Hip-Hop para comparecer e fortalecer a iniciativa. "A feira é uma proposta de união de quem está fomentando a arte em cada um dos elementos e também para sensibilizar a importância na formação de opinião da sociedade quanto a violência urbana", acrescentou. A programação vai até às 19h e conta com os principais grupos de Rap, batalha de MC's, grupos de dança, grafitti e sorteio de brindes das marcas apoiadoras. A próxima edição da feira será no final de Abril, no Parque dos...

Leia Mais
Bloco da Tombação 2019
mar28

Bloco da Tombação 2019

Idealizado e produzido pela DJ e produtora amazonense Naty Veiga, a Miga, Sua Lôca Festival de Cultura e Diversidade, apresenta o Bloco da Tomação 2019. O evento, que tem acesso gratuito, acontece nos dias 30 e 31 de março na Casa das Artes, no Largo de São Sebastião e propõe música, debates e outras interferências. A ideia do evento, totalmente protagonizado por mulheres é ainda engrossar o mês de lembrança de luta das mulheres. Só sábado, 30, a programação inicia  às 15h, com o set da DJ Naty Veiga, especialmente preparado para o evento, destacando uma música feminista, feitas por mulheres do cenário musical brasileiro. E de 17h às 19h acontecem as rodas de conversas com os temas, ‘Feminicídio e Violência contra a mulher: o papel da rede de proteção’, mediada por Marklize Santos e Erika Carmo; ‘Saúde da Mulher - Violência Obstétrica Manaus’, mediado pelo Humaniza Coletivo Feminista; ‘Saúde Mental da Mulher Negra Lésbica’, mediada por Dandara Lorena, do grupo Encrespa Geral - Manaus; e ‘Saúde Mental da Mulher Negra Bissexual’, mediada por Raescla Ribeiro, da Coletiva Banzeiro Feminista’. A DJ Naty Veiga também fecha o sábado com seu set feminista. Já no domingo, a música das mulheres dá o tom do evento, com a participação da cantora Elisa Maia, que apresenta seu novo set voz&notebook, propondo uma experiência mais intensa e íntima com músicas que farão parte de seu próximo álbum; a MC Anna Suav, que apesar de amazonense, atua no cenário musical paraense, onde reside atualmente; a cantora Karen Francis, jovem revelação da música amazonense, que interpretará as músicas de seu EP Acontecer; e a cantora Bel Martine, forte atuante do cenário noturno da música amazonense. Ainda acontecem os sets da DJ Naty Veiga, dessa vez tocando repertório de AfroHouse e Black Music  e a DJ Carolina Blois, tocando Brasilidades, em seu set exclusivo de vinil. No evento também estará a A Uni Manas, que é um projeto que tem como principal objetivo arrecadar absorventes descartáveis para detentas, visto que muitas vezes o Estado não fornece o suficiente. O Bloco da Tombação receberá doações de absorventes nos dois dias. O Bloco da Tomação 2019 é uma realização da Miga, Sua Lôca Festival de Cultura e Diversidade, com apoio de Humaniza Coletivo Feminista, Encrespa Manaus, Coletiva Banzeiro Feminista, Coletivo Difusão, Secretaria de Cultura do Amazonas - SEC-AM, 8M Manaus e Una LGBT Amazonas. PROGRAMAÇÃO RODAS DE CONVERSA - 30 DE MARÇO ( Sábado ) – 15h Abertura e encerramento: Dj Naty Veiga ( Música feminista ) Feminicídio e Violência contra a mulher: o papel da rede de proteção - Marklize Santos e Erika Carmo - 8M -...

Leia Mais
7º Sarau das Manas é neste sábado (30)
mar28

7º Sarau das Manas é neste sábado (30)

O 7º SARAU DAS MANAS fecha o mês de lembrança de luta das mulheres nesse sábado, dia 30, com um dia inteiro de MUTIRÃO DE CUIDADOS DA MULHER, no Instituto de Cidadania e Desenvolvimento Social do Amazonas - ICDSAM. Pela manhã e parte da tarde acontecem atendimento médico e serão oferecidos ainda serviços de massagem, manicure e pedicure, maquiagem, design de sobrancelhas, tatuagem e bodypiercing*. Na parte da tarde, estão previstas apresentações musicais, com as artistas Elisa Maia, Anna Suave, Lary Go & Strela e o grupo Maya, além do microfone que ficará aberto para que as mulheres possam se manifestar, seja lendo poesia, rimando, deixando sua mensagem.  O Sarau das Manas é uma realização da banca Todas São Manas - idealizado a partir do Festival Todas São Manas, pela grafiteira e artista visual Deborah Erê, o grupo é formado por artistas mulheres da cultura hip hop de Manaus/AM, que atuam nas mais diversas linguagens (grafiteiras, MCs, DJs, produtoras, bgirls) com o objetivo de gerar autoestima, visibilidade e desenvolver ações que visam autonomia financeira. E em sua sétima edição, o Sarau das Manas também acontece em parceria com a  Coletiva Branzeiro Feminista, que desde 2012 realiza diversas ações dentro de atuações interseccionais que combatem o machismo, o sexismo, o racismo e a lgbtfobia e toda e qualquer forma de opressão. A Coletiva captanea pela manhã também a roda de conversas ‘Autoestima que liberta’, mediada pela ativista Aline Maionese.  O Sarau das Manas, que já ocupou galeria de artes, praça pública e outros espaços, dessa vez aporta no Instituto de Cidadania e Desenvolvimento Social do Amazonas - ICDSAM, que é uma Organização Não Governamental, sem fins lucrativos, criada na cidade de Manaus, no bairro de Educandos, a partir de iniciativas de um grupo de moradores preocupados com a situação da vulnerabilidade social no bairro e que tem como finalidade promover ações socioeducativas, esportivas e culturais de inclusão social, por meio de diversas parcerias. O Instituto atualmente ocupa o prédio de uma antiga delegacia abandonada, na Rua Macurany, no bairro de Educandos e abriga cerca de cinco família desabrigadas por conta do grande incêndio que aconteceu no bairro no final do ano passado. O evento ainda conta com apoio do Coletivo Difusão e Angel e...

Leia Mais
Inscrições abertas para o 39º Festival de Calouros do Sesc AM
mar27

Inscrições abertas para o 39º Festival de Calouros do Sesc AM

Até o dia 12 de abril, estão abertas as inscrições para a 39ª edição do Festival de Calouros do Sesc. O projeto visa difundir e incentivar a descoberta de novos intérpretes para o cenário musical amazonense. O cadastro e a participação são gratuitos. Para se inscrever, os interessados devem ter a idade mínima de 18 anos e apresentar a carteira do Sesc AM atualizada. No Festival, não será permitida a inscrição de cantores que já atuam no meio artístico ou que tenham ganhado espetáculos ou festivais musicais. A participação é individual, não podendo inscrever-se duplas, grupos, bandas e nem ter vocal de apoio. Durante a competição, os três mais bem pontuados (1º, 2º e 3º lugares) receberão R$ 700,00 e uma apresentação em projetos musicais do Sesc. O 1º lugar além da apresentação e do cachê participará da XII Mostra de Música Canção da Mata 2019. A inscrição deve ser feita no site www.sesc-am.com.br ou diretamente no link bit.ly/InscricaoFestival2019. Abaixo, o cronograma do evento:  15/4 – Congresso Técnico com candidatos inscritos Horário: às 16h30h; Local: Salão de Festas Zezinho Corrêa, unidade Sesc Balneário (av. Constantinopla, 288, Alvorada). 17 e 18/4 – Audições dos candidatos Horário: das 13h às 18h; Local: Salão de Festas Zezinho Corrêa localizado no Sesc Balneário (av. Constantinopla, 288, Alvorada).  22/4 – Divulgação do resultado das audições no site: www.sesc-am.com.br.  23 a 26/4 – Entrega do material para ensaios Horário: das 8h às 18h Local: Seção de Cultura do Sesc localizada no Sesc Balneário (av. Constantinopla, 288, Alvorada).  Para facilitar a entrega do material, esse poderá ser enviado para o email izis.cruz@sesc-am.com.br  10/5 – 1ª Eliminatória Horário: às 12h; Local: Sesc Centro de Atividades (rua Henrique Martins, 427, Centro). 17/5 – 2ª Eliminatória Horário: às 12h; Local: Sesc Centro de Atividades (rua Henrique Martins, 427, Centro). 23/5 – Final da 39ª Edição do Festival de Calouros Horário: às 19h; Local: Largo de São Sebastião,...

Leia Mais
Motirõ convida mulheres para falar desse ‘Tal de Empoderamento’
mar26

Motirõ convida mulheres para falar desse ‘Tal de Empoderamento’

Uma noite para falar sobre o Universo Feminino sem mimimi. As jornalistas (e arianas) Mazé Mourão e Emyle Araújo abrem a temporada de Encontros do Motirõ com o tema “Esse Tal Empoderamento”. O encontro será realizado no dia 28 de março (quinta-feira), às 18 horas, no Piaf Restaurante Café - localizado na Rua 10 de Julho, 443, ao lado do Teatro Amazonas, Centro. As vagas são limitadas e o passaporte custa R$ 100, com brunch assinado pelo espaço. Com tanta correria, fica difícil tirar um tempo e olhar pra dentro de si. Pensando nisso, o objetivo do bate-papo é promover esse reencontro e esclarecer que o “poder feminino” sempre esteve ali, independente de Feminismo declarado ou de Dia Internacional da Mulher.  Programação  O evento será dividido em quatro partes. A abertura fica por conta da educadora em aromaterapia - também ariana - Danyelle Almeida. Ela é técnica em enfermagem, designer de Moda, artesã e, durante a gestação, fortaleceu sua conexão com a Natureza. Com isso, aproveitou a chegada da primeira filha para revelar mais uma paixão: óleos essenciais e meditação.  Através de sua experiência, Danyelle vai conduzir exercícios de visualização e desmistificar a meditação como algo místico ou religioso. “As práticas podem ser realizadas sentadas na sala do trabalho ou deitadas antes de dormir, por exemplo. A tecnologia nos fez esquecer como pequenos momentos são transformadores quando o assunto é autocuidado e amor próprio”.  Na sequência, a jornalista e empreendedora Emyle Araújo traz um diálogo sobre o poder do pensamento e a força do planejamento na concretização de metas traçadas. A co-fundadora da marca Aikaz defende, a partir do discurso de que todo ser humano é multipotencial, que a mente é protagonista entre o ato de escolher e fazer acontecer. “Demorei muito tempo para abandonar o sentimento de culpa por não me sentir completa sendo só jornalista ou só empreendedora em moda. Hoje, eu percebo que posso contribuir com outras pessoas que buscam fortalecer-se enquanto donas do próprio negócio, mas também enquanto mulheres convictas dos próprios objetivos”.   Empoderamento em pauta  A escritora, jornalista, apresentadora de televisão e membro da Academia Amazonense de Letras, Mazé Mourão sempre esteve à frente de seu tempo e, como feminista nata - embora abra mão do título - fecha a noite com uma reflexão urgente: O que é esse tal empoderamento? Embora o movimento pareça novo, a ‘Nega’ (como costuma ser chamada) convida o público para entender que a ‘atitude empoderada’ sempre existiu. “O que mudou, talvez, é que mais mulheres têm se sentido fortes para enfrentar os desafios do mundo. Vamos descobrir lá!”, brinca a palestrante mais aguardada da noite.   Motirõ é gente...

Leia Mais