Quem muito aprende, muito ensina! 
set11

Quem muito aprende, muito ensina! 

Quem muito aprende, muito ensina! Transmitir conhecimento é uma das virtudes de poucos. E essa é a prioridade de um professor que abre mão das facas e do título de Chef para iniciar novos e promissores interessados na gastronomia. Bruno Raphael é natural de Recife-Pernambuco e está em Manaus com uma nova proposta na culinária brasileira, a cozinha de raiz. Responsável pelo bar e restaurante Taberna 88, que fica no Conjunto Morada do Sol, Zona Centro-sul de Manaus, é professor dos cursos de Gastronomia nas faculdades Fametro e Maurício de Nassau, e ainda abre mão da sua rotina com algumas horas da semana como merendeiro de uma escola pública na Zona Leste da capital amazonense. Disseminando o conhecido que sirva para todas as classes sociais, ele acredita que seus ensinamentos possam ser transmitidos de uma forma livre e respaldada pelo ofício da docência. "A riqueza brasileira precisa ser valorizada e exaltada com simplicidade, sem perder a nobreza", explicou. Bruno faz a linha super sincero, é daquele que opta por mostrar a realidade necessária ao aluno, sem perder o foco nos sonhos que uma universidade pode despertar.  "Acredito que o aluno que é capaz de atuar em sua profissão com noções da realidade, ajudará na propagação da nova escola, onde reina a capacidade e a responsabilidade, além da valorização da riqueza de sua região", explicou. Temas como a promoção da saúde e educação alimentar, diferentes métodos de conservação e aproveitamento integral dos alimentos são assuntos que Bruno aborda em suas aulas, como aprendizado a ser aplicado aos alunos. Em seu estabelecimento, ele procura empregar o que ele ensina: a importância do resgate da culinária de raiz. O Taberna 88 é um restaurante de comida brasileira com uma pegada nordestina, onde ele procura reunir entre pratos executivos e petiscos, a riqueza do Norte e Nordeste. O espaço também é aberto para eventos particulares, cursos básicos de gastronomia e happy hour com uma boa música ao...

Leia Mais
Cultura amazônica do palco ao prato com Arraial Chefs!
jul04

Cultura amazônica do palco ao prato com Arraial Chefs!

Os eventos gastronômicos vieram como um furação para completar a programação do manauara que faz questão de comer bem e me sinto na obrigação de compartilhar informações nessa magnitude. Neste final de semana, de 07 a 09 de Julho, o estacionamento do Shopping Ponta Negra será palco do Arraial dos Chefs. Com a participação de vários restaurantes com receitas especiais para este clima de arraial, a partir das 17h, com shows musicais às 20h. No palco, a trilha sonora é com a realeza: Sexta-feira tem o Nunes Filho, também conhecido como Príncipe do Brega, no sábado é a vez do Rei do Carimbó: Pinduca (sério) e no domingão quem encerra é a cantora da Guiana Francesa Lia Sophia. No prato, quem comanda o paladar são os chefs Dedé Parente (Cachaçaria do Dedé), Xande Loureiro (Sun Fusion Food), Tetsuo Takeno, Fabíola Borges (As Clarissas), Marcus Pompeu, Alexandre Binard, Marcello Hagge (Lo​​ ​de Maria), Rodrigo Tsutsui, Martina Caminha, Menga Rola (Buona Massa), Milton Rola (Estória​​ ​de Pescador), Paulo Furtado (Fish Maria), Selma Reis (Zefinha Bistrô), Cinthia Soares (Pamonharia Goiânia), Lídia Mota (Mercearia do Chocolate) e Érika Rodrigues (Miss Doçura). Tá bom,...

Leia Mais
Formandos de gastronomia fazem feijoada com samba
abr07

Formandos de gastronomia fazem feijoada com samba

A alma de um gourmand está toda no paladar: ele só vive para comer; em sua estupidez, só encontra paz à mesa, não é capaz de julgar nada senão os pratos: vamos deixá-lo à sua tarefa. Jean Jaques Rousseau, 1775. A Gastronomia diz respeito a todos, na qualidade de seres humanos, é uma ciência complexa e interdisciplinar, tem a ver com psicologia, medicina, química, física, biologia, agricultura, antropologia, economia, política. Engloba toda a cultura de um povo. O povo citado acima terá bem antes desses eventos a oportunidade de saborear a Feijoada com Samba do TCC, no valor de R$15,00, a ser realizada sábado, dia 08 de Abril a partir de 12:00, na Rua Ferreira Pena, n/1098 no Centro (Casa Pollyana) com Pagode ao Vivo e a diversão estará garantida, assim como a venda na Rifa para Arrecadação de Fundos do TCC da Turma de Gastronomia TGASTM01/2017, a ser realizado em 13 de Abril numa quinta-feira e o prêmio será 1 Cesta Doce(Chocolate Cacau Show, Ferrero Rocher, Garoto, Trufas, Bis e muitos mais) no valor de R$2,00. Logo continuarei convidando-os à prática dos verbos dos gourmets: experimentar (saborear), estudar, perguntar, comparar e uma coisa é certa, todos nós precisamos de alguma regra e considero que faço a partir de agora um favor à minha futura categoria. O ano é 2017, o período é o terceiro assim como o mês do aniversário da Renata e o início dus véra de um semestre frenético, seja na fila hedonista e lenta da reprografia ou seriam os atendentes? De acordo com o planejamento e cronograma que fazem parte do Projeto de Atividade Transversal a ser apresentado pelas Brigadas: Sabor a Mil e Mal Passada, a Brigada do Ycaro Antela (aniversariante de hoje) e também seguidor da tese de que o bom, assim como o belo, é universalmente reconhecível e que, portanto, o bom é objetivo. Aplicando algumas regras à experiência gastronômica somos capazes de fazer uma avaliação e de fazê-la com alto grau de objetividade, se estas regras forem universais, isto é, aplicáveis em qualquer lugar; a qualquer cozinha do mundo, e a Brigada Life a qual eu faço parte, já preparadas e seguras para a VII Mostra Gastronômica: “Mandioca: Raiz do Brasil”, a ser realizada em 09 de Junho na Fametro, com a responsabilidade da coordenação de curso, docentes da instituição, avaliadores e alunos (brigadas), mas haverá também o gourmand – conforme sustenta Rousseau na epígrafe desta matéria. – mas isso já é assunto para outra publicação. Deu água na boca? Quer antecipar de alguma das atividades citadas?  Você pode procurar os Formandos da Turma TGASTM01 na sala 20C, primeiro andar da...

Leia Mais
Resenha: Mangiato Bene? As Sete Regras Para Conhecer a Boa Cozinha
abr03

Resenha: Mangiato Bene? As Sete Regras Para Conhecer a Boa Cozinha

"Feliz aquel que lleva consigo un ideal, un Dios interno, sea el ideal de la patria, el ideal de la ciencia o simplesmente las virtudes del Evangelio." Louis Pasteur. Há uma década atuando nessa área pude ter experiências práticas que extraíram ao máximo minha concentração e resiliência e hoje no segundo ano do curso de Gastronomia posso elencar, enumerar e classificar essas vivências nas madrugadas e me respaldar quanto à procedimentos ideais para cada caso e das mais adversas situações. Tenho como objetivo pessoal o desafio profissional de duplicar meus conhecimentos, é por isso que estou a publicar este artigo e um dos exercícios inerentes da profissão são as análises críticas que haverão de ser escritas seja do lançamento do cardápio de um renomeado chef da alta cozinha até um manual de gastronomia, por recomendação acadêmica da coordenadora do curso de Gastronomia da Fametro, Márcia Martins cada aluno ficou responsável de apresentar uma resenha do livro: "Mangiato Bene? - As Sete Regras Para Reconhecer a Boa Cozinha." de Roberta Schira e logo eu que entro numa semana em que os Correios são exorcizados pela mídia, continua R$3,80 a passagem do #busão e a semana de prova na Fametro promete remeter o aluno a entrar em pasteurização ou apertização com suas anotações e adendos afim de tirar a nota máxima na N1, resenhei o livro. É como um manual de gastronomia, o livro instiga amantes desta arte para a busca de uma qualidade extrema. Lições como escolha de ingredientes, tempo de preparo e até os utensílios usados são intensificadas para que haja essa fórmula perfeita. A leitura abrange diversos campos de envolvimento pessoal com a gastronomia, seja na análise crítica em um blog e até pequenos empresários, autônomos e ambulantes. A autora atualizou os grandes personagens dos nichos da boa mesa sobre novos conceitos e valores a partir de uma consideração. Essa atualização foi feita pela integração com as mídias sociais, como quando clientes se baseiam em sites e aplicativos para guiarem suas experiências gastronômicas e aos chefs conceituados a estimular os sentidos e apresentar novidades por mais ousadas que pareça. Sobre saber criticar é entender e concluir a partir das sensações despertadas e compreender o quanto é bom conhecer melhor sobre mitos da culinária como o sexto gosto chamado “grasso” e ainda não popularmente conhecido. E até mesmo na dosagem de sensações com um elemento picante. E acima de tudo, ouvir a opinião dos convidados, buscar críticas sinceras sobre como foi despertado a partir daquela degustação. Ter o controle de tudo faz com que os chefs pareçam mal vistos na equipe, a leitura dá “a real” de como eles...

Leia Mais