Até o Tucupi de democracia

A 11ª edição do Festival Até o Tucupi de Artes Integradas 2016 já apresenta atividades nos dias 17 e 18 de setembro, mas tem abertura oficial no dia 20 no Largo de São Sebastião, pautando a diversidade cultural da cidade de Manaus sob o tema ‘Direito a Cidade/Até o Tucupi de Democracia’, e encerra com Mostra de Música e outras linguagens artísticas ocupando o Parque Rio Negro (orla do bairro de São Raimundo) nos dias 24 e 25 de setembro. O Até o Tucupi 2016 acontece na cidade de Manaus/AM desde 2007, oferecendo ao público uma programação artística e de formação totalmente gratuita.tassiana-magra-_-oficina-de-grafitti

Com o tema #AtéOTucupiDeCultura o festival desse ano abriu inscrições para que produtores, artistas, agentes culturais fossem proponentes de atividades artísticas e de formação dentro da programação. Dentre elas, algumas tem foco específico no público feminino, como por exemplo a oficina de graffiti facilitada pelas grafiteiras Rosie Magrela e Tassiana Magra, que acontecerá no Coletivo Difusão e atenderá cerca de 10 mulheres interessadas nesse elemento da cultura hip hop. Também no Coletivo Difusão acontece a roda de conversa ‘Mulheres na música’, mediada pela cantora e produtora cultural Elisa Maia, com o objetivo de troca de ideias, identificação dos gargalos de difusão de trabalhos produzidos por mulheres na cidade e proposta de criação de grupo de estudos sobre gestão de carreira e processo criativo. E ainda como atividade de formação, a cantora Anne Jezini facilitará oficina de ‘Produção na música’ para alunos do 8º ano de escolas públicas da cidade, convidando também o músico Ian Fonseca (Supercolisor) e a cantora Elisa Maia para essa troca de experiências.

Do edital de interferências artísticas também participará da programação o espetáculo ‘Em nome do pivete,do viado e do espírito da puta,amem!’, realizado por alunos do curso de teatro da Universidade Estadual do Amazonas (UEA). O inusitado do espetáculo é que o mesmo acontece num barco atracado na Manaus Moderna. Música, poesia e outras performances fecham a sexta-feira, dia 23 de setembro, com o Sarau Artístico – Café com Arte, contando com a participação de Kely Guimarães, Banda di Bubuia, Nakano Band, Robisson Hobold, Olívia de Amores e Kamila Assem.curuminzado-_-performance-de-teatro

Já a programação dos dias 24 e 25 (sábado e domingo) no Parque Rio Negro, além dos shows da Mostra de Música, diversas outras atividades integram a programação ao longo da orla do bairro de São Raimundo. Abrindo as atividades os grupos Maracatu Eco da Sapopema e Maracatu Baque Mulher Manaus, fazem cortejo pelo Parque respectivamente no sábado e domingo. O público infantil terá momento especialmente dedicado à eles com as performances teatrais ‘Clownboquinho em “O FUNERAL”’ e Curuminzado. E o Cineclube ‘Tudo muda após o play’ também terá espaço próprio, exibindo curtas-metragens com classificação livre.

Os mirantes do Parque Rio Negro receberam os debates ‘Roda de conversa: Desafios da juventude’ e o ‘Encontro de realizadores de festivais culturais de Manaus’.

O evento no Parque Rio Negro nos dias 24 e 25 de setembro inicia às 16h e vai até às 21:30h. No sábado se apresentam o grupo de rap Qua$imorto, a banda de trash metal com temática amazônica Xanbdoré, o instrumental do paraense Lucas Estrela, o indie rock da banda Supercolisor e o beiradão da cantora Márcia Novo. No domingo, 25, quem abre os trabalhos no palco é a banda de reggae Vibe Positiva, logo depois vem o hardcore/crossover da banda Superbad, seguido de show especialmente produzido para o Até o Tucupi, o ‘Mina no MIC’, que deverá reunir várias MCs, mulheres delisa-music-2016-foto-aline-fidelix-21o cenário hip hop de Manaus. E encerrando o festival, os shows das bandas Holodomor, com o seu hardcore de afinação baixa e o hardcore/punkrock/crossover thrash da banda Silent.

O Festival Até o Tucupi de Artes Integradas faz parte da Rede Brasil de Festivais Independentes – uma plataforma inteligente de divulgação da música nacional, com mais de 100 festivais espalhados pelo Brasil -, e é um dos sete festivais que integram o Circuito Amazônico de Festivais Independentes, duas iniciativas que estabelecem uma nova proposta para esses eventos, proporcionando ao público amazonense o que de novo vem acontecendo no cenário musical brasileiro.

O Até o Tucupi é realizado pelo Coletivo Difusão, organização cultural coletiva de Manaus, que visa produzir para fomentar cultura e que desde 2006 atua promovendo a integração entre as manifestações artísticas independentes nos eventos e projetos que assina; desenvolve troca de informações entre os cenários culturais para escoamento e intercâmbio das produções independentes; incentiva as experimentações artísticas, viabiliza e organiza oficinas, seminários, workshops, eventos culturais e grupos de estudos relacionados à produção artística com intuito

de mapear e incentivar não somente a produção, mas a pesquisa e a capacitação dos atores envolvidos, tendo como público-alvo prioritário a juventude, estimulando o seu protagonismo na sociedade. E tem o apoio do Governo do Estado do Amazonas, através da Secretaria de Estado da Cultura do Amazonas – SEC-AM.

PROGRAMAÇÃO GERAL _ ATÉ O TUCUPI 2016

17 e 18/09 (sábado e domingo)rosie-magrela-_-oficina-de-graffiti

_ 14h às 17h – Oficina de graffiti

Facilitadora: Rosie Magrela e Tassiana Magra

Local: Coletivo Difusão

20/09 (terça-feira)

_18h – Abertura: Direito a Cidade/Até o Tucupi de Democracia.

Atrações: Maracatu Eco da Sapopema, Meninos do Carriçu, declamação poética Francis Júnior, Cia Vitória Régia, Levante Popular da Juventude, outros.

Local: Largo de São Sebastião.

 

21/09 (quarta-feira)anne-jezini-_-oficina-de-producao-na-musica

_ 16h – Oficina de produção na música.

Facilitadora: Anne Jezini.

Local: escola pública.

_ 19h – Espetáculo de teatro ‘Em nome do pivete,do viado e do espírito da puta,amem!’

Grupo de alunos de teatro da UEA.

Local: Manaus Moderna (barco Poraquê).

22/09 (quinta-feira)

_ 16h – Oficina de produção na música.

Facilitadora: Anne Jezini.

Local: escola pública.

_ 20h – Roda de conversa ‘Mulheres na música’.

Mediação: Elisa Maia.

Local: Coletivo Difusão.

 

23/09 (sexta-feira)

_ 19h – Sarau Artístico – Café com Arte

Atrações: Kely Guimarães, Banda di Bubuia, Nakano Band, Robisson Hobold, Olívia de Amores, Kamila Assem.

Local: Café Olympio Bistrô.

24/09 (sábado)

Local: Parque Rio Negro

_ 16h – Cortejo do Maracatu Eco da Sapopema.

_ 16:30h – Início dos shows da Mostra de Música no palco.clownboquinho-_-performance-de-teatro2

Atrações: Quasimorto, Xandoré, Lucas Estrela (PA), Supercolisor, Márcia Novo.

_ 17h – Roda de conversa ‘Desafios da juventude’

Local no Parque: Mirante 2.

_ 17h – Clownboquinho em “O FUNERAL”.

Local no Parque: pracinha final.

_ 19h – Cineclube ‘Tudo muda após o play’.

25/09 (domingo)

Local: Parque Rio Negro

_ 16h – Maracatu Baque Mulher Manaus.

_ 16:30h – Início dos shows da Mostra de Música no palco.

banda-vibe-positiva-_-mostra-de-musicaAtrações: Vibe Positiva, Superbad, Show ‘Mina no MIC, Holodomor, Silent.

_ 17h – Encontro de realizadores de festivais culturais de Manaus.

Local no Parque: Mirante 2.

_ 17h – Grupo de capoeira.

Local no Parque: Mirante 1.

_ 18h – Curuminzado

Local no Parque: pracinha final.

 

Redação

Author: Redação

Share This Post On
468 ad